Tentativa de Homicídio

Guarda municipal que atirou em técnico de refrigeração se apresenta à Polícia Civil, em Goiânia

Ele entregou a arma e a munição utilizada para serem periciadas. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 08/02/2019 às 10:05:23

Mateus recebeu alta neste domingo(Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
Mateus recebeu alta neste domingo(Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

O guarda civil que atirou no técnico de refrigeração enquanto ele instalava um aparelho de ar condicionado no telhado de uma residência, na última quarta-feira (6), no Jardim Novo Mundo, se apresentou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (7), em Goiânia. Ele confessou ter disparado contra o jovem. Após ser ouvido, ele foi liberado.

De acordo com a corporação, o guarda chegou na 19º Delegacia de Polícia Civil acompanhado de seus advogados. A arma e a munição disparada foram entregues aos agentes para serem periciadas.

Segundo a PC, um inquérito será instaurado por tentativa de homicídio. Testemunhas serão ouvidas e a polícia vai apurar as circunstancias dos fatos.

A empresa responsável pela defesa do guarda divulgou uma nota informando que, inicialmente, após o fato, todas as medidas necessárias para oferecer assistência a Mateus foram adotadas. O texto também ressaltou que, logo em seguida ao disparo, o guarda reportou-se ao Comando da Guarda Civil Municipal, além de ter se apresentado espontaneamente na delegacia.

O documento ainda destaca que o guarda nunca se envolveu em situação parecida ao fato e que “sempre pautou sua vida nos maiores critérios de respeito ao próximo e civilidade”.  

O CASO

O técnico em refrigeração, Mateus Batista Rodrigues, 22 anos, foi baleado no tórax enquanto instalava um aparelho de ar condicionado na tarde da última quarta-feira (6). O suspeito é um guarda civil municipal que estava de folga e mora ao lado do local onde o serviço era realizado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o guarda civil, ao notar a presença do rapaz em cima do telhado, sacou um revólver e atirou. O jovem foi socorrido por terceiros e levado para o Hospital de Urgências de Goiânia em estado grave. Em nota, o hospital informa que o paciente está em estado regular, orientado, consciente e respira de forma espontânea. Ele está internado na enfermaria