Rally dos Sertões

Grupo de integração agiliza detalhes para largada em Goiânia do Rally dos Sertões

Competição acontece de 4 a 10 de setembro com saída na capital e término em Palmas (TO).




Goiânia será palco pela 14ª vez da consecutiva da largada do Rally dos Sertões, a competição automobilística realizada pelo interior do Brasil que chega à sua 24ª edição incluindo no roteiro municípios do Nordeste Goiano, Bahia e Tocantins. O evento acontecerá de 4 a 10 de setembro.

Nesta quarta-feira (24/08), o grupo de integração do Rally se reuniu no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, com a presença do vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, e representantes dos vários órgãos públicos que estarão diretamente envolvidos no suporte do evento.

O Rally dos Sertões terá largada no Autódromo de Goiânia, no dia 4 de setembro. Nesta edição os pilotos enfrentarão 2.341 quilômetros de trechos cronometrados, que equivalem a 74% do trajeto, saindo de Goiânia, em direção a Palmas, passando por cidades do Nordeste goiano, da Bahia e do Tocantins, cruzando o Jalapão. A chegada da 24ª edição será no dia 10 de setembro e todo o percurso será acompanhado pelas polícias rodoviárias estadual e federal.

“É um acontecimento que garante a ampliação das divisas do estado na medida em que fomenta o turismo, agrega valor à imagem de Goiás”, disse Eliton na abertura da reunião.

O coordenador do Rally dos Sertões em Goiás e diretor de Gestão e Planejamento da Agetop, Carlos Ronay, conduziu o encontro que traçou as condutas a serem adotadas pelas instituições do governo estadual para garantir a segurança e o bem-estar das cerca de 1.500 pessoas que participam do evento, tanto no trajeto quanto nos municípios em que forem instaladas as estruturas de apoio aos competidores.

A corrida passará pela região dos Kalunga, no município de Cavalcante, onde será desenvolvido um projeto social que prevê atendimento médico e dentário. Participaram do encontro, representantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), além da Polícia Rodoviária Federal e outros envolvidos na organização.

“Todas as ações de inclusão social são muito importantes, pois representa o preocupar com o próximo, com o cidadão”, ressaltou José Eliton, destacando também o cuidado da organização com o meio ambiente. “As ações agregam valores e princípios importantes, como a solidariedade, responsabilidade social e ambiental”, afirmou.

“Goiás sempre atuou de maneira muito forte para que esse evento tivesse toda infraestrutura adequada, naquilo que depende do Estado, para sua realização”, disse o vice-governador. Ele aproveitou para agradecer a integração de Goiás com o governo do Tocantins, estado que vai abrigar a chegada do Rally. A corrida finaliza no dia 10 de setembro, em Palmas (TO).