Criança Esperança

Gravação do Show da Esperança emociona público e artistas

Com a participação de estrelas do elenco da Rede Globo, o show reuniu mais de 20 artistas da música popular brasileira.




Transformação é a palavra que define o ‘Show da Esperança’ 2014. É através do poder da mudança que as maiores conquistas são realizadas. E foi sobre isso que cantores, apresentadores e atores falaram durante o espetáculo.  “A proposta foi fazer uma atração musical e contemporânea, com coreografias modernas e encontros no palco”, explicou o diretor Dennis Carvalho.

Em um dia inteiro dedicado ao ‘Criança Esperança’ e com uma programação especial na tela da Globo, o espetáculo encerra as comemorações do projeto. Com a participação de estrelas do elenco da Rede Globo, o show reuniu mais de 20 artistas da música popular brasileira.

O Show

A gravação do segundo bloco do show começou com palavras do ator Marcos Palmeira –  “Estamos de volta para celebrar a mudança!” – e com Jota Quest cantando “Mandou Bem”. Depois de um VT, o ator Chay Suede falou dos incríveis professores que teve e que mudaram sua vida: “É possível ganhar a vida com o que dá sentido a ela”.

A cantora Paula Fernandes se apresentou com “Mistérios do Tempo”  e Fátima Bernardes anunciou a apresentação de Arnaldo Antunes e Ana Cañas com “Muito, Muito Pouco”. A atriz Christiane Torloni chamou um trabalho voluntário realizado numa cidadezinha chamada Curuçá, no Pará, e anunciou Carlinhos Brown, que cantou “Mixturação”.

Emicida subiu ao palco para interpretar “Levanta e Anda”, e as crianças Mel Maia e JP Rufino chamaram o próximo bloco com um encontro com Renato Aragão.

Lázaro Ramos contou que se não fosse o trabalho voluntário talvez não estivesse no palco naquele momento. “Eu fui um menino beneficiado por um projeto com enfoque social”, contou. A Banda Malta, vencedora do reality ‘Superstar’, se apresentou em seguida com a música “Nova História”.

Fernanda Lima lembrou que desde criança, em Porto Alegre, acompanhava sua mãe e sua dinda que tocavam violão e cantavam em hospitais. “Nunca mais esqueci a emoção e a gratidão daqueles pacientes”, descreveu ela, que chamou novamente Renato Aragão ao palco. Os dois agradeceram a participação do público no espetáculo e as doações recebidas para o ‘Criança Esperança’ ao longo do dia.

Em seguida, veio o momento mais emocionante do show, um musical comandado por Ney Matogrosso. Ele interpretou “Canção da América” ao lado de Emílio Dantas, Tiago Abravanel e Laila Garin, que representaram Cazuza, Tim Maia e Elis Regina, como nos musicais que fizeram sucesso no teatro do país, e foram ovacionados pelo público.

O ‘Show da Esperança’ foi gravado na tarde deste sábado, dia 16, no Citibank Hall, no Rio de Janeiro, e vai ao ar nesta noite após ‘Império’, reunindo 20 artistas da música popular brasileira e pelo menos 16 artistas da emissora envolvidos com causas sociais, os mobilizadores.