SUSTO

“Grande livramento”, diz mulher após quase ser atropelada em Anápolis; vídeo

Um poste de energia impediu que um carro desgovernado atingisse a balconista de 24 anos e a filha de apenas dois anos de idade


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 21/09/2020 às 20:13:20

A balconista Juliana Macedo disse que teve um grande livramento após quase ser atropelada por um carro em alta velocidade, em Anápolis. (Foto: reprodução)
A balconista Juliana Macedo disse que teve um grande livramento após quase ser atropelada por um carro em alta velocidade, em Anápolis. (Foto: reprodução)

Coração acelerado, pernas e mãos trêmulas. Assim ficou a balconista Juliana Macedo, de 24 anos, após quase ser atropelada por um carro em alta velocidade, em Anápolis. A mulher e a filha de apenas dois anos passaram segundos de sufoco no último sábado (19) depois de serem surpreendidas por um veículo desgovernado enquanto lanchavam na calçada de uma panificadora, no Setor Recanto do Sol. Apesar do susto, nenhuma delas ficou ferida.

Imagens de câmeras de segurança registraram a tensão. Nelas, é possível ver o momento em que Juliana e a criança tomam um refrigerante. Em pé, a mulher serve o copo da filha que está sentada em uma cadeira. Ao fundo, um carro desgovernado se aproxima das duas e só não as atinge, pois o veículo bate em um poste de energia antes.

Na sequência, a mulher deixa a garrafa de refrigerante na mesa e retira a filha do local. Ambas entram na lanchonete. “Fiquei muito assustada, com as pernas bambas. Meu medo foi a minha bebê. A cena ficou na minha cabeça”, disse.

Segundo ela, esta foi a primeira vez que ela e a filha frequentaram a lanchonete. “Estávamos vindo da praça e resolvi parar lá. Tivemos um susto e tanto. Não tenho raiva do rapaz, percebi que ele não teve a intenção. Foi um grande livramento e só tenho a agradecer o que ele fez por nossas vidas”, afirmou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em