Casos de Polícia

Graer prende quadrilha que aterrorizou Matrinchã (GO)

No dia 10 deste mês, um grupo de homens armados chegou à cidade, metralhou o destacamento da PM da região, atacou carros de moradores e levou o cofre da agência do Banco do Brasi





//

Em uma operação realizada em quatro municípios do Estado, o Grupo de Rádio Patrulha Aérea (Graer) prendeu cinco suspeitos de integrar a quadrilha que causou terror em Matrinchã, no Vale do Araguaia, na madrugada da última terça-feira (10). Naquele dia, um grupo de homens armados chegou à cidade, de aproximadamente 5 mil habitantes, metralhou o destacamento da Polícia Militar da região, atacou carros de moradores e levou o cofre da agência do Banco do Brasil.

Segundo o Graer, a prisão dos suspeitos começou com o cumprimento de um mandado contra Lucio Cesar Marque, vulgo Cesinha, que é foragido da justiça e considerado um dos maiores ladrões de banco do país. Ele estava em Goianápolis e, no momento da abordagem, portava uma pistola Cal 9mm e documentos falsos.

Durante as entrevistas com o suspeito, ele delatou outros possíveis membros da quadrilha. São eles: Bruno Barbosa Buenos, vulgo Rosquinha, Vitor Costa, vulgo Bira (ambos detidos em Goiânia), Silomar Geremias de Lima, vulgo Rosinha, detido em Abadia de Goiás, Jhonatan de Souza Silva, detido em Aparecida de Goiânia, e João Bosco Silva de Castro Filho, ainda não localizado. Eles teriam participado não só do ataque em Matrinchã, mas também dos roubos às Agências dos Correios de Caturaí, Campestre, Araguapaz e Abadia de Goiás

Durante as diligências, foram apreendidos cerca de R$ 10.000,00 em espécie, três Pistolas Cal 9mm, sendo duas com capacidade para disparar rajada, uma Pistola Cal .40, uma Gauge 12, cinco coletes antibalístico, e nove veículos, sendo quatro utilizados nas ações criminosas e cinco adquiridos com os valores subtraídos nessas ações. Diante da situação, todo o material apreendido bem como os detidos foram conduzidos para o GAB/ DEIC, onde foram autuados em flagrante delito.