Concursados

Governo não recorrerá ao TJ e concursados de concurso da PM serão chamados

De acordo com o governador, algumas medidas precisam ser tomadas para que a convocação possa ser efetivada.





//

Aprovados no concurso da Polícia Militar de Goiás que estão no cadastro de reserva serão chamados pelo Estado. O governador Marconi Perillo (PSDB), destacou que o executivo não irá recorrer da decisão do Tribunal de Justiça que determina a convocação dos concursados aprovados.

De acordo com o governador, algumas medidas precisam ser tomadas para que a convocação possa ser efetivada. “O Estado não tem como num estalar de dedos resolver as coisas, tem a burocracia, tem questões legais, para se realizar um concurso são necessários muitos trâmites, até que o concurso seja realizado, isto demora uns dois anos. Para contratações de temporários há a necessidade de uma seleção, todas estas providências estão sendo tomadas pelo secretário Joaquim e sua equipe”, disse o governador.

“Em relação aos concursandos que ficaram na repescagem em que há uma decisão do Tribunal de Justiça para que eles sejam contratados, nós tomamos a decisão de não recorrer às instâncias superiores, e aí vamos de acordo com a modulação, definir o que a gente pode fazer em termos de contratação e pagamento, dentro do que a gente já fazia com os policiais do SIMVE, mas estas providências todas estão sendo tomadas”, explica Marconi Perillo.

Tópicos