Do Mais Goiás

Governo lança programa que vai construir 180 pontes em Goiás até 2022

Investimentos somam R$ 21,8 milhões e resulta de parceria com Ministério do Desenvolvimento Regional

Na primeira fase, serão serão construídas 54 pontes em 13 municípios goianos (Foto: Governo de Goiás)
Na primeira fase, serão serão construídas 54 pontes em 13 municípios goianos (Foto: Governo de Goiás)

O governador Ronaldo Caiado lançou, nesta segunda-feira (3), em Formosa, região do Entorno do Distrito Federal, o Goiás em Movimento – Eixo Pontes, programa que vai acelerar as obras de infraestrutura em todo o Estado. Nesta primeira etapa, resultado de parceria entre a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), serão construídas 54 pontes em 13 municípios goianos, com aporte federal de R$ 21,8 milhões. Até 2022, meta é edificar 180 estruturas viárias em todo o Estado.

Os municípios contemplados na primeira fase são São João d’Aliança (GO-116), Bonópolis (GO-353), Porangatu (GO-353), Alto Paraíso (GO-239), Morro Agudo de Goiás (GO-482), Itapuranga (GO-482), Silvânia (GOs 139 e 147), Palestina de Goiás (GO-471), Doverlândia (GOs-465 e 541), Caiapônia (GO-465), Jataí (GO-467 e GO-180) e Serranópolis (GO-306).

A construção, em parceria com a Codevasf, empresa pública ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), contemplará municípios nas regiões Nordeste, Norte, Centro e Sudoeste do Estado. As 13 cidades foram escolhidas por meio de um levantamento da diretoria de Manutenção da Goinfra, que apontou locais de vias não pavimentadas com dificuldades de tráfego de pessoas e escoamento da produção do setor agropecuário. Todas essas pontes serão mistas, executadas em concreto e aço.

O lançamento do programa Goiás em Movimento ocorreu às margens do córrego Taperão, na GO-116, em Formosa, onde será construída a primeira ponte do projeto. O município também será beneficiado com outras 12 estruturas, todas na mesma rodovia, sobre 13 cursos d’água.

As pontes modulares têm extensões que variam de seis a 24 metros de comprimento por 4,5 metros de largura. Serão implantadas de acordo com a necessidade local.

Eixo Pontes

Além da parceria com a Codevasf, o Governo de Goiás prevê a construção de mais de 100 novas pontes com recursos do Tesouro Estadual. O primeiro pacote, com 50 novas estruturas, será licitado pela Goinfra em breve. Atualmente 27 pontes estão em execução e outras seis já foram entregues – nas GOs 154, 442, 080, 114 e 156, em benefício de moradores de Nova Glória, Colinaçu, Campinaçu, Crixás e Auriverde.

A Goinfra também irá construir pontes com apoio do setor produtivo, em parcerias com a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), o Instituto Fortalecimento da Agropecuária em Goiás (Ifag) e o Fundo para Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec). “Uma ponte parece uma obra simples. Mas ela tem um significado muito importante, porque é uma barreira ao desenvolvimento”, avaliou o presidente da Faeg, o deputado federal José Mário Schreiner.

O Governo de Goiás ainda vai instalar mais quatro estruturas em parceria com Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

“Ao andar pelo Estado, temos escutado prefeitos e lideranças municipais dizerem ‘que há 20, 30 anos não era visto nada parecido. Vocês estão revolucionando as rodovias do Estado, em locais onde só tinha gente esquecida’. Isso nos alegra e nos desafia”, concluiu Sales.

Também participaram do lançamento do programa os prefeitos Dr. Allysson Silva Lima (Alexânia), Marcus Adilson Rinco (Alto Paraíso de Goiás), Altran Nery (Flores de Goiás), Joseleide Lázaro Luiz da Silva (Padre Bernardo), Aleandro Caldato (Santo Antônio do Descoberto), Débora Barros (São João da Aliança); os deputados federais José Nelto e Bia Kicis; e o deputado Estadual Wilde Cambão.