Reforma Administrativa

Governo empossa sete secretários; reforma continua até abril

Eliton exclui ideia de ruptura e afirma que alterações são feitas para dar continuidade ao compromisso de modernização da gestão


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 01/02/2018 às 15:43:19

Vice reforça que reforma deve ir até abril (Foto: divulgação)
Vice reforça que reforma deve ir até abril (Foto: divulgação)

No fim da manhã desta quinta-feira (1°), o Governo de Goiás oficializou a primeira etapa da reforma administrativa que antecede a saída de Marconi Perillo da chefia do executivo estadual. Prestes a assumir a função, o vice José Eliton liderou a escolha dos nomes que compõem a ainda incompleta lista de alterações, as quais serão realizadas em mais duas fases até o início de abril.

Tomaram posse Hwaskar Fagundes (Secima), Lucas Pugliese (Superintendência executiva da Secima), Cleomar Dutra (Agehab), Jarbas Rodrigues Júnior (Comunicação Setorial do Gabinete Particular do Governador), João Bosco Bittencourt (Agência Brasil Central – ABC), e Edvaldo Cardoso (Celg Telecom).

Ainda, compõem a nova equipe o advogado e ex-secretário de Trânsito de Goiânia, Benitez Calil, que comandará a Secretaria Extraordinária da Juventude no lugar de Lucas Calil, seu filho, que retorna ao papel de deputado estadual para tentar a reeleição.

“Modernização”

De acordo com José Eliton, as alterações fazem parte de um processo constante de modernização da gestão pública. Para ele, as mudanças são estratégicas e servirão para dar continuidade aos trabalhos iniciados pelos profissionais substituídos.

“São mudanças pensadas não para promover rupturas, mas para dar continuidade aos trabalhos iniciados e conduzidos por profissionais que nos ajudaram a gestão do nosso estado uma das mais saudáveis do País”, explica.

A mescla de novatos no setor público, como Jarbas e Hwaskar, com figuras já carimbadas da política goiana também foi justificada. “Temos pessoas novas no setor público ao lado de outras já experientes para que o serviço de modernização seja bem orientado, garantindo com prudência, a continuidade dos trabalhos”, reforça Eliton.

O empresário da construção civil em Rio Verde, Hwaskar, que discursou em representação aos demais empossados, revela que está otimista com os desafios. “Não sou filiado a nenhum partido, mas, assim que tomar pé da situação, vou dar o meu máximo por essa pasta complexa e importante. Vou fazer a transição com Vilmar Rocha ainda hoje e amanhã me reunirei com meus superintendentes para ficar a par da situação e iniciar o trabalho”.

Próximas nomeações

Ao longo de fevereiro e março outros nomes devem ser apontados pelo governo para assumir mais pastas na administração. “Temos um cronograma, é um processo de transição em que alinhamos os conceitos técnico com indicações políticas, de modo a formar uma base que garanta governabilidade e liderança dentro dos outros poderes, especialmente do Legislativo”.

Na semana que vem, provavelmente na terça-feira (6) – segundo José Eliton –, a expectativa é de que sejam empossado o ex-governador Irapuan Costa Júnior, no lugar de Ricardo Balestreli, que comandará a Secretaria de Assuntos Estratégicos do Governo, pasta que se relaciona com sua atual posição.

Além deles, também deverão ser empossados João Furtado, que sai da Secretaria da Fazenda (Sefaz) para a Secretaria de Governo (Segov), no lugar de Tayrone Di Martino; e Manoel Xavier, que deixa o Detran para ocupar a vaga de João na Sefaz. O nome de Henrique Tiburcio, ex-presidente da OAB Goiás, tem sido ventilado para a vaga do Detran, mas a informação ainda não foi confirmada pelo Governo.

De acordo com Jose Eliton, os nomes ainda estão sendo definidos com cuidado. “Junto com o governador Marconi, estamos num processo de escolha, discutindo com partidos as competências de cada uma das pastas. Assim, poderemos indicar pessoas alinhadas com a competência, capacidade técnica e representatividade política que precisamos”, esclarece.