Do Mais Goiás

Governo de Goiás tem seringas para vacinar 3,8 milhões de pessoas

Além dos insumos, governo já tem à disposição seis freezers para armazenar as doses

Governador Ronaldo Caiado (Foto: Governo do Estado)

O governo de Goiás já possui seringas suficientes para vacinar 3,8 milhões de pessoas, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde. Há poucos dias, o Estado antecipou a compra de 2,5 milhões de seringas e agulhas. além de já 1,3 milhão de kits no estoque. Falta, é claro, a vacina – um problema que só o Ministério da Saúde está habilitado para resolver, já que a política de imunização da população é tarefa do governo federal.

Existe a expectativa para que a Secretaria de Saúde apresente o Plano Estadual de Vacinação contra covid-19 na próxima semana. “No momento em que o governo federal nos entregar a vacina, nós imediatamente faremos a redistribuição aos municípios, de acordo com os grupos de risco”, disse o governador em evento que aconteceu no dia 16 de dezembro.

Estima-se que cerca de 1,8 milhão de goianos façam parte do grupo prioritário para imunização.

Compra mais recente

O pregão que selou a aquisição de seringas e agulhas foi realizado pelo governo de Goiás em novembro de 2020. Cada seringa com agulha custou R$ 0,31 centavos. Os materiais serão entregues gradualmente, no almoxarifado da SES-GO, até o fim de janeiro de 2021.

O Estado diz que também já se preparou para o armazenamento de doses de vacina em baixas temperaturas, caso seja necessário. Há pelo menos seis super freezers à disposição. Três são do Hemocentro de Goiás e outros três da Universidade Federal de Goiás (UFG). Há negociação com a PUC-GO para que a Pontifícia também colabore com a refrigeração.