Gestão Pública

Governo de Goiás firma parceria com ONG internacional no combate à corrupção

Acordo de cooperação técnica foi assinado na tarde desta segunda-feira e garantirá uma avaliação do ambiente institucional e normativo

Política

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 25/11/2019 às 19:31:38

(Foto: Divulgação / Governo do Estado)
(Foto: Divulgação / Governo do Estado)

O Governo de Goiás firmou uma parceria com a ONG Organização Transparência Internacional – Brasil (TI) na tarde desta segunda-feira (25). O objetivo, de acordo com o Palácio das Esmeraldas, é combater a corrupção e dar mais eficiência à gestão pública.

A parceria, firmada como um acordo de cooperação técnica, garantirá ao governo do estado um “diagnóstico de integridade”. A ONG irá fazer uma avaliação do ambiente institucional e normativo, com foco na “integridade, anticorrupção e transparência.

Goiás é um dos sete estados selecionados pela organização, que promove um projeto chamado “Integridade nos Estados Brasileiros”. Além de auxiliar na elaboração de uma gestão pública transparente, o projeto tem como meta o apoio mútuo entre os estados, que têm diferentes níveis de desenvolvimento institucional. A ONG tem sede na Alemanha, tem apoios na Dinamarca e no Canadá e está no Brasil há três anos.

O acordo integra as ações do Compliance Público de Goiás, lançado em fevereiro deste ano. O programa tem o objetivo de adequar a gestão pública a padrões éticos e legais. Além disso, a iniciativa pretende combater a corrupção por meio da responsabilização de empresas e agentes públicos envolvidos em desvio de conduta.

Após a assinatura, o governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que a ONG trouxe uma série de sugestões de projetos para a gestão pública do estado. Ele afirmou também que o pontapé inicial da parceria será dado em janeiro de 2020.

“Com as sugestões em mãos, já demos o sinal verde e aguardaremos o começo de janeiro para assinar o protocolo de adesão à transparência internacional”, disse.

Bruno Brandão, representante da Transparência Internacional, ressaltou o combate recente à corrupção no Brasil. Entretanto, afirmou que é fundamental que essas ações cheguem aos estados e municípios.

“O Brasil chamou a atenção do mundo nos recentes combates à corrupção. Mas esses avanços se deram, principalmente, na esfera federal. É importante avançar também nos estados e municípios, onde a corrupção mais afeta o cotidiano das pessoas”, concluiu.