CORONAVÍRUS

Governo cancela temporada do Araguaia

Para conter a contaminação do coronavírus, decreto estadual vai proibir, a partir de 1º de julho, aglomerações, acampamentos e atrações musicais


Tainá Borela
Do Mais Goiás | Em: 10/06/2020 às 15:57:07

Foto: Facebook/Temporada Nova Schin
Foto: Facebook/Temporada Nova Schin

O governo de Goiás vai divulgar, no final da tarde desta quarta-feira (10), um decreto assinado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) que proíbe, a partir de 1º de julho, aglomerações, acampamentos e atrações musicais ao longo do Rio Araguaia, tradicional destino turístico de Goiás durante as férias de julho. De acordo com o governo, a medida é necessária devido ao aumento do número de casos de coronavírus no Estado.

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, diz que a decisão é imprescindível em um momento de franca expansão no número de casos de Covid-19 e de expansão da pandemia para o interior do Estado. “A suspensão da temporada no Rio Araguaia se tornou necessária tendo em vista a preservação da vida e a proteção da saúde dos goianos”, destaca.

Além de proibir a realização dos acampamentos, o decreto veda a realização de eventos como shows musicais, festas, caminhadas ecológicas, passeios ciclísticos, corridas e realização de espetáculos.

Também estão probidos o uso coletivo de beiras de rios, cachoeiras e praias formadas no rio e seus afluentes e a instalação de estruturas temporárias de restaurantes, bares, banheiros, pontos de apoio e quaisquer outras de atendimento a turistas.

O governo estadual contará com o apoio das prefeituras, da Polícia Militar Ambiental, do Corpo de Bombeiros, da Goiás Turismo e da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) na fiscalização das atividades nas regiões próximas ao Araguaia durante o período de proibição. Como as medidas começam a valer no dia 1º de julho, até lá será feita uma campanha de orientação e conscientização junto à sociedade para que evite se deslocar até a região.