Do Mais Goiás

Governo de Goiás abre enquete visando melhorias no Fica

A enquete está disponível no site do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), podendo ser respondido por toda a comunidade

Após dois anos de atraso, o setor cultural irá receber R$ 2,5 milhões referente a premiações do FICA 2018. (Foto: Reprodução)
Após dois anos de atraso, o setor cultural irá receber R$ 2,5 milhões referente a premiações do FICA 2018. (Foto: Reprodução)

Desde 1999, o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) acontece anualmente no estado, mais precisamente na Cidade de Goiás. Este é o maior festival cinematográfico sobre o meio ambiente e um dos mais importantes no cenário nacional.

O Fica nasceu com o objetivo de mostrar a força de Goiás, exibindo e premiando produções audiovisuais que defendem a temática da qualidade de vida na Terra. Assim, o festival se tornou uma grande referência, recebendo grande amostragem do cinema ambiental de todo o mundo.

Prova do sucesso é que a cada ano que se passa, mais países participam do evento. Tudo isso possibilita uma grande troca de experiências, valorizando produtores, realizados e divulgadores do cinema ecológico.!

Melhorias no Fica

Visando proporcionar melhorias para o festival, o Governo de Goiás, junto da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás), está realizando uma enquete para saber a opinião do público e receber sugestões.

Para participar, basta acessar o site do Fica a partir desta terça-feira (19/01). Uma tela é imediatamente aberta, basta clicar e você será redirecionado para a enquete. É importante que a comunidade em geral participe, incluindo aqueles que já frequentam o festival e também os profissionais do audiovisual.

Com a pesquisa, a Secult pretende fazer um balanço sobre as edições anteriores, pontuando tudo que precisa ser melhorado ou acrescentado no festival.

Por conta da última edição do Fica, que foi realizada de forma completamente online devido a pandemia de Covid-19, o Governo de Goiás quer entender qual a opinião dos telespectadores sobre o desempenho do festival nesse formato, que certamente foi um dos maiores desafios já enfrentados pela organização do evento.

As questões são relativas à plataforma usada na internet e também à a apresentação do próprio site do festival, se é intuitivo ou precisa ser repensado.

A ideia é também conhecer melhor o público do Fica, levantando dados como idade, origem e profissão de quem costuma frequentar o evento.

Segundo Adriano Baldy, secretário de cultura: “Queremos conhecer nosso público, saber sua opinião, ouvir reclamação, receber dicas e informações, até para saber se estamos no caminho certo e podermos ajustar e fazer um Fica de referência e cada vez melhor para os nossos goianos e goianas”. Para ele, essa é uma iniciativa de extrema importância.

Participe você também da enquete! Clique aqui e confira.