PAGAMENTO

Presidente do Sindipúblico alega que governo não cumpriu com promessa de pagamento

A Secretaria de Estado da Economia divulgou que a quarta parcela do escalonamento do salário de dezembro de 2018 será paga na próxima segunda-feira (8)

Cidades

Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 05/07/2019 às 15:32:18

Nylo Sérgio, presidente do Sindipúblico e o governador Ronaldo Caiado (Foto: Reprodução)
Nylo Sérgio, presidente do Sindipúblico e o governador Ronaldo Caiado (Foto: Reprodução)

Em conversa com o Mais Goiás nesta sexta-feira (5), Nylo Sérgio, presidente do Sindipúblico (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Goiás), disse que o Governo de Goiás não cumpriu promessa de pagamento dos salários.

“O governador fez um compromisso com o servidor, com a promessa que todos os servidores receberiam até o último dia útil de cada mês, e essa promessa foi quebrada. O servidor não está podendo fazer compromissos, somos mais de 160 mil dependendo do salário e queremos que Ronaldo Caiado e sua equipe cumpra o que prometeram”, afirma Nylo.

O presidente disse que solicitou uma reunião com a Secretaria da Economia de Goiás na última segunda-feira (1°), mas até o momento não recebeu  resposta. O assunto seriam os parcelamentos de salário dos servidores. O sentimento entre os funcionários públicos seria de repúdio e revolta, segundo ele. “Os próximos pagamentos precisam ser pagos conforme prometido, dentro do mês de julho e agosto”.

Pagamento

A Secretaria de Estado da Economia divulgou na última quarta-feira (3) que a quarta parcela do escalonamento do salário de dezembro de 2018 será paga na próxima segunda-feira (8). E informou que, desde o início do pagamento, é a primeira a ser quitada fora do mês.

De acordo com a Secretaria, pensionistas civis, ativos e inativos que recebem valor líquido de R$ 5.660 a R$ 7.450 de todas as secretarias e órgãos estão incluídos no pagamento. Entre os servidores da Educação, vão receber os ativos que ganham entre R$ 5.859,57 e R$ 7.097,48 e inativos de R$ 4.392,78 até R$ 5.337,03. Para quem trabalha na Segurança Pública, ativos e inativos, a faixa é de R$ 8.500,01 até R$ 12.500,00.

Com o pagamento da quarta parcela, 90,92% dos servidores receberão o salário de dezembro, segundo o órgão. E todos os servidores dos demais Poderes receberam o salário de dezembro no último mês de janeiro, juntamente com o Ministério Público, a Defensoria Pública e os servidores das Secretarias de Saúde e do Trabalho. A folha referente a junho deve ser quitada até o dia 10 de julho.