Do Mais Goiás

Google encontrou traços de código norte-coreano em WannaCry

Pista levanta suspeitas do envolvimento do grupo hacker Lazarus, responsável por outros dois grandes ataques recentes

O pesquisador Neel Mehta, da Google, pode ter encontrado a primeira pista sólida de quem está por trás do WannaCry e da onda de ataques hacker pelo mundo desde a última sexta-feira (12). Segundo o Ars Technica, Mehta encontrou traços de um código usado anteriormente em outros dois ataques realizados pelo mesmo grupo de hackers.

O código seria parcialmente similar com o mesmo usado no hack feito à Sony Pictures e a um ataque contra um banco de Bangladesh, ambos ligados ao grupo Lazarus, hackers com ligações com a Coreia do Norte.

O site levantou a questão de que outro grupo poderia ter usado o código para culpar o Lazarus, mas a empresa de segurança Kaspersky descartou a possibilidade de falsificação.

Segundo a empresa, há evidências de que o ataque tenha motivações – e investidores – políticos e não criminosos. Segundo a Kaspersky, o WannaCry possuía medidas de segurança de alto padrão para se proteger, o que raramente é encontrado em hackers menores. Além disso, o vírus não checava se o resgate era pago ou não, descartando a ideia central de que o ataque estava realmente em busca de bitcoins.