Golpe

Golpistas estão tentando lesar familiares de pacientes do Huapa

Se passando por funcionários da unidade, eles ligam para parentes de pessoas internadas e pedem dinheiro para comprar material hospitalar





//

A administração do Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa) alerta que familiares de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade têm sido alvos de tentativas de golpes. Pessoas se passando por funcionários do hospital fazem ligações aos parentes pedindo dinheiro para pagar exames e comprar medicamentos. Alegando urgência, eles afirmavam que o Huapa não oferecia os materiais.

O caso mais recente ocorreu na última quinta-feira (5/11). Segundo a assessoria do hospital, a filha de um paciente recebeu a ligação de alguém se passando por funcionário da unidade. Desconfiada, ela decidiu entrar em contato com o hospital e foi informada que se tratava de uma tentativa de golpe.

Este, porém, não foi o primeiro caso. Em situações semelhantes, em fevereiro, duas famílias foram enganadas e chegaram a efetuar os depósitos. Os criminosos usaram o nome de um médico que estava de plantão, que prestou queixa pelo ocorrido, assim como as vítimas.

Para a coordenadora do Serviço Social, Carla Simone da Silva, esse tipo de ação afeta a credibilidade do hospital junto aos familiares, “o que tem causado desconforto e transtornos à equipe, pois a desconfiança gera preocupação nas famílias, com impacto negativo na visão do atendimento prestado”.

O Huapa ressalta que caso familiares de pacientes internados na unidade recebam telefonemas com pedidos de pagamento em nome de algum funcionário, entrem imediatamente em contato com a direção do hospital.

Até o momento, não há pistas dos criminosos.

Tópicos