LUTO

Goleiro argentino de 17 anos morre após defender pênalti com o peito

Jogador morreu após sofrer um ataque cardiorrespiratório decorrente de uma bolada no peito recebida durante a disputa


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 11/07/2019 às 19:21:03

Ramón Ismael Coronel chegou a ser levado ao hospital mas não resistiu (Foto: Reprodução)
Ramón Ismael Coronel chegou a ser levado ao hospital mas não resistiu (Foto: Reprodução)

Um goleiro de 17 anos, do Unión de Golondrina, equipe que disputa a Liga Regional Nortista, morreu após sofrer um ataque cardiorrespiratório decorrente de uma bolada no peito recebida durante a disputa de pênaltis da partida que disputava.

O jovem, identificado como Ramón Ismael Coronel, chegou a ser levado ao hospital da cidade de Reconquista, que fica na província de Santa Fé, mas não resistiu e morreu. Os familiares do jovem disseram, segundo a agência estatal “Télam”, que não havia ambulância no local do jogo e que tiveram que levá-lo ao hospital em um carro particular.

A partida era disputada em um campo que fica a 50 quilômetros da cidade de Reconquista. Após defender uma das cobranças dos adversários, Ramón começou a comemorar e, de repente, caiu no chão. “A única coisa que eu posso dizer é que não entendo por que em um evento como esse não havia uma ambulância”, disse Eduardo Coronel, pai de Ramón, em entrevista ao jornal “Reconquista Hoy”.EFE

*Do Mais Goiás, com informações do site UOL