Estadao Conteúdo

Goiás vence Avaí, quebra sequência de oito tropeços e deixa zona de descenso

Com o resultado, o Goiás sobe para a 16.ª posição com nove pontos.

O Goiás deixou a zona de rebaixamento de forma provisória ao quebrar uma sequência negativa de oito tropeços seguidos – cinco derrotas e três empates – na noite desta sexta-feira, quando derrotou o Avaí por 2 a 0, em partida realizada no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O time da casa viu Rafhael Lucas desperdiçar uma cobrança de pênalti na etapa inicial, mas foi também da marca do cal que Anderson Salles marcou um dos gols aos 34 minutos do segundo tempo. Cassiano fechou a conta.

Com o resultado, o Goiás sobe para a 16.ª posição com nove pontos. Para permanecer fora da zona de rebaixamento, precisará torcer contra Paysandu e Bragantino neste sábado. O descenso começa a preocupar também o Avaí, que conheceu sua quarta derrota seguida e já aparece em 15.º lugar, com dez.

O primeiro tempo foi um show de oportunidades perdidas pelo lado do Goiás. Lutando contra o rebaixamento, o time goiano teve uma consistência ainda não vista na Série B, porém, não conseguiu chegar ao gol. Aliás, até marcou, mas teve o lance anulado pela arbitragem, que apontou impedimento, duvidoso, de Rossi. O atacante aproveitou o rebote de Renan, após cobrança de escanteio, para estufar as redes, mas nada valeu.

A pressão continuou e aos 23 minutos, Wendel foi derrubado dentro da área por Célio. Na cobrança do pênalti, Rafhael Lucas escorregou na hora da batida e chutou nas mãos do goleiro Renan. O Goiás sentiu o erro e caiu de produção. Apesar de dominar o jogo, foi facilmente marcado pelo retraído Avaí no final do primeiro tempo.

No segundo tempo, ambas as equipes se preocuparam mais com o sistema defensivo do que em atacar. O Goiás seguia um pouco melhor e foi acreditando na vitória apenas após os 30 minutos. Aos 34, não teve jeito. Fábio Sanches empurrou Cassiano, que acabara de entrar, dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Anderson Salles bateu e mandou para as redes.

A situação do Avaí piorou ainda mais no final com a expulsão de Luan. Com um a mais, o Goiás partiu com tudo para o ataque e deu números finais ao confronto aos 41 minutos. Cassiano recebeu belo passe de Jhon Cley, fintou o goleiro Renan e só rolou para o fundo das redes. O atacante entrou mesmo para botar fogo na partida.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o Atlético-GO, na terça-feira às 19h15, na Ressacada, em Florianópolis. No mesmo dia, o Goiás visita o Bragantino, às 21h30, em Bragança Paulista.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 0 AVAÍ

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 17 de junho de 2016, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
Público: 1.136 pagantes
Renda: R$ 10.720,00
Cartões Amarelos: David e Wagner (Goiás); Alemão, Luan e Célio Santos (Goiás)
Cartão vermelho: Luan (Avaí)

GOLS: Anderson Salles (pênalti), aos 34, e Cassiano, aos 41 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Renan; Johnatan, Wesley Matos, Anderson Salles e Jefferson; Wendel (Jhon Cley), Willian, David e Léo Sena (Wagner); Rossi e Rafhael Lucas (Cassiano)
Técnico: Léo Condé

AVAÍ: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Célio Santos e João Paulo; Luan, Braga e Lucas de Sá (Caio César); Romarinho (Tauã), William e Tatá (Lucas Coelho)
Técnico: Silas