Do Mais Goiás

Goiás rescinde contrato de um dos jogadores que estava em festa no último final de semana

No profissional, João Lucas disputou apenas 3 partidas, o jovem, de 19 anos, estava disputando o estadual sub-20

João Lucas, jogador do Goiás
João Lucas, jogador do Goiás. Foto: Divulgação - Instagram

O atacante João Lucas não irá vestir mais a camisa do Goiás. O jogador, de 19 anos, foi um dos atletas do Goiás que saíram para uma festa no final de semana, que terminou com o volante Henrique Lordelo baleado. Em suas redes sociais, o atleta informou que está de saída do clube, após 5 anos na equipe.

De acordo com a Rádio Sagres, o contrato do atleta foi rescindido de forma amigável a pedido do empresário do jogador. João Lucas, que estava na Casa do Atleta, local onde ficam os jogadores da base do Goiás, teria acompanhado os volantes Nathan e Henrique Lordelo em uma festa no setor Marista, de Goiânia, sem a autorização do Goiás.

João Lucas subiu ao profissional do Goiás nesta temporada e realizou 3 partidas pelo Goianão, a última delas foi nas quartas de final contra o Atlético. Sem espaço no time profissional, o jovem estava integrando o sub-20 da equipe. Seu último jogo na base foi no dia 4 de setembro, diante da Assev.

Situação de Henrique Lordelo e Nathan

Segundo a assessoria do Goiás, os volantes Henrique Lordelo e Nathan seguem com seus contratos válidos com o clube esmeraldino. Os dois estão incluídos no inquérito para apurar a confusão na saída da boate no setor Marista. Porém, por desrespeitar as ordens do clube e sair em meio a pandemia, o clube não irá oferecer apoio jurídico aos jogadores.

Henrique Lordelo, que foi baleado, usou as redes sociais para afirmar que não esteve envolvido em confusão e que estava no lugar errado e na hora errada. O volante, de 21 anos, também se desculpou com a instituição Goiás e também com todas as pessoas, por ter infringido o isolamento social.