Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás

Goiás receberá recurso federal destinado a instituições que abrigam idosos

Repasses vão atender 178 unidades de longa permanência em todo o estado

Damares sai em defesa de ministro da Educação no Twitter
Damares sai em defesa de ministro da Educação no Twitter

Cento e setenta e oito Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) do estado de Goiás foram catalogadas para receber recursos via Fundação Banco do Brasil. Ao todo, serão destinados em torno de R$ 160 milhões para as instituições de todo o País. A autorização do repasse consta em portaria assinada nesta quarta-feira (2), pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em solenidade no Palácio do Planalto.

A portaria visa garantir a realização de ações para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Em Goiás, o repasse chegará para mais de 92% das ILPIs existentes.

“Vamos fazer uma revolução de direitos humanos no Brasil, protegendo os idosos”, disse Damares. Na solenidade ela informou às instituições de longa permanência que o dinheiro vai chegar nos próximos dias. “R$ 160 milhões vão salvar muitas instituições lá na ponta”, ressaltou a ministra.

O governo federal fez um balanço das medidas tomadas em proteção às pessoas em vulnerabilidade social, incluindo os idosos, desde o início da pandemia. Conforme os dados divulgados, foram destinados quase R$ 4 bilhões em apoio às pessoas idosas. Segundo o MFDH, a ação inclui dois eixos: saúde e assistência social, e compõe uma nova etapa do Plano de Contingência para Pessoas Vulneráveis durante a pandemia.

Em seu pronunciamento, a ministra Damares explicou ainda que parte dos recursos já foi utilizada na compra de 75 milhões de doses para a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, que inclui os idosos, e na divulgação de orientações de higiene e cuidado para gestores de ILPIs e de 6,2 mil instituições de acolhimento, de atendimento, de assistência e de prestação de serviços a pessoas idosas.

“Acompanhei com muita alegria a assinatura que vai garantir mais esses benefícios à população idosa de Goiás e de todo o País. É mais uma conquista da área social e nosso Estado fez parte dela. Ver essa portaria sendo assinada me emociona”, disse, a secretária de Desenvolvimento Social de Goiás, Lúcia Vânia.

Golpes financeiros

No mesmo evento, com a presença da ministra Damares e do presidente Jair Bolsonaro, uma campanha foi lançada pelo governo federal, em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), para promover ações para informar e conscientizar idosos sobre as tentativas de golpes financeiros aplicados, principalmente neste período de distanciamento social imposto pela pandemia da Covid-19.