Série B

Goiás frustra torcida contra Coritiba

Com casa cheia, equipe goiana não conseguiu reverter o 1 a 0 feito pelo Coxa nem com cobrança de pênalti nos acréscimos do segundo tempo


Raphaela Ferro
Do Mais Goiás | Em: 24/07/2018 às 21:43:08

Mais de 11 mil pagantes para o jogo Goiás x Coritiba na 17ª rodada da Série B
Mais de 11 mil pagantes para o jogo Goiás x Coritiba na 17ª rodada da Série B

O Goiás chamou, a torcida correspondeu. O público pagante foi de mais de 11 mil pessoas. Mas, em campo, o time não conseguiu satisfazê-la nesta terça-feira (24). O esmeraldino goiano perdeu para o Coritiba por 1 a 0, no Estádio Olímpico, em partida válida pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e se afastou do sonho de já entrar no grupo dos quatro melhores do torneio.

Aos olhos da sua torcida, que compareceu ao chamado da equipe na esperança de ver o time chegar ao G4, o Goiás começou atacando. Aos 4 minutos, teve seu bom primeiro lance de ataque, com Giovanni. Mas houve resposta. Guilherme Parede chutou a bola por cima do gol de Marcos um minuto depois. Enquanto o anfitrião tentava imprimir velocidade, o visitante buscava, quando tinha a bola, cadenciar o jogo. E, assim, chegou algumas vezes à área esmeraldina com perigo.

Após os 20 minutos iniciais, o time goiano pressionou com jogadas pelo alto, levando preocupação ao adversário. Mas não passou disso. Foram poucas oportunidades reais de balançar as redes. Apesar da boa movimentação das duas equipes, o primeiro tempo terminou sem gols. Assim como ele, a etapa final também foi iniciada com ação ofensiva do Goiás. Mas Wilson só foi exigido aos 11 minutos, em jogada e chute de Michael.

Entretanto, quando o esmeraldino goiano mais crescia e parecia se aproximar do gol, a rede que balançou estava do outro lado. Aos 25, Michael chutou forte, à distância, para boa defesa do goleiro adversário. Na sequência, após cobrança de escanteio, Edcarlos também se aproximou de mudar o placar. Só que quem fez o gol foi o Coritiba, logo depois, aos 28, com Nathan, que havia entrado no jogo seis minutos antes. O Coxa se fechou. Coube ao Goiás buscar, pelo menos, o empate.

Aos 41, em bola alçada na área, Jacó fez menção de cabecear a bola para o gol, mas o goleiro Wilson chegou primeiro e a afastou. Aos 44, Tiago Luís fez boa cobrança de falta, mas viu a bola passar por cima do travessão. Mas a melhor chance do Goiás foi o pênalti marcado aos 48 minutos, quando William Matheus colocou a mão na bola dentro da área. Já aos 50, após início de confusão entre os jogadores, Giovanni foi para a cobrança, mas Wilson fez a defesa e comemorou muito: o acerto e a vitória.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 0 x 1 CORITIBA

GOIÁS: Marcos; Alex Silva, David Duarte, Edcarlos (Felipe Garcia) e Ernandes; Giovanni, Gilberto e Felipe Gedoz (Tiago Luís); Maranhão, Michael e Júnior Viçosa (Jacó). Técnico: Ney Franco.

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Romércio, Rafael Lima e William Matheus; Victor Carvalho, Júlio Rusch, Yan Sasse (Jean Carlos) e Alisson Farias (Nathan); Guilherme Parede e Jonatas Belusso (Bruno Moraes). Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia. Árbitro: Salim Fende Chavez (SP). Assistentes: Daniel Luís Marques e Vítor Carmona Metestaine (ambos SP). Público: 11.498 pagantes. Renda: R$ 112.290,00.

>Gol: Nathan, aos 28 minutos do 2º tempo.