Eliminado

Goiás perde mais uma vez para o Grêmio e é eliminado da Copa do Brasil

Esmeraldino busca empate após sair perdendo, mas não suporta pressão no segundo tempo e acaba derrotado novamente pelo Tricolor, desta vez por 3 a 1, na Arena


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 10/05/2018 às 13:15:35

Esmeraldino busca empate após sair perdendo, mas não suporta pressão no segundo tempo e acaba derrotado novamente pelo Tricolor, desta vez por 3 a 1, na Arena (Foto: Divulgação)
Esmeraldino busca empate após sair perdendo, mas não suporta pressão no segundo tempo e acaba derrotado novamente pelo Tricolor, desta vez por 3 a 1, na Arena (Foto: Divulgação)

O Goiás deu adeus à Copa do Brasil em 2018. Mesmo jogando contra os reservas do Grêmio, o Esmeraldino foi derrotado de novo pelos gaúchos, desta vez por 3 a 1, na Arena do Grêmio. No agregado, o Verde caiu por 5 a 1 e foi eliminado da competição nacional.

Agora, os goianos voltam a atenção totalmente para a Série B, onde enfrentam situação difícil, na zona de rebaixamento do torneio. O Verde tem pouco tempo para digerir a eliminação. O time volta a campo contra o Fortaleza, no sábado (12), às 19h, na Arena Castelão, pela 5ª rodada da Série B, já com Ney Franco, que acompanhou o jogo desta quarta de um camarote na arena gremista, no comando técnico.

NATURAL

O Grêmio tornou a vitória diante do Goiás algo natural. O time esmeraldino mostrou certa organização, principalmente levando em conta o momento conturbado, mas não foi páreo para o estruturado Tricolor. Embora o Verde tenha tentado atacar no início, não causou muito incômodo ao goleiro Paulo Victor.

A principal chance foi aos 12 minutos, quando Maranhão fez bela jogada individual e achou Carlos Eduardo na meia-lua da área. O atacante limpou a marcação e bateu forte, mas em cima de Paulo Victor. O goleiro defendeu e deu rebote, desperdiçado pelo garoto Samuel.

No lance seguinte, o Imortal não perdoou. Com um lindo lançamento, Cícero encontrou Alisson na área. O jogador gremista ganhou de Edcarlos no corpo e bateu cruzado para anotar o gol do Grêmio. Os esmeraldinos reclamaram de falta de Alisson em Edcarlos no lance.

RANGEL TEVE TRABALHO

Após ter sua posição ameaçada antes do duelo pela Copa do Brasil, Marcelo Rangel ofereceu boa resposta. O arqueiro alviverde fez ótimas defesas em jogadas trabalhadas pela equipe gaúcha. A primeira delas foi aos 20 minutos da primeira etapa, quando Thonny Anderson finalizou forte após passe de Lima.

O goleiro ainda fez grande defesa no chute de Lima, mas a melhor de todas foi aos 35 da etapa inicial. Maicosuel completou de primeira o cruzamento de Madson e Rangel conseguiu defender a finalização à queima-roupa. No rebote, Lima chutou forte e a bola só não entrou porque Edcarlos estava caído e evitou o gol.

FAGULHA DE ESPERANÇA

Augusto César trabalhou bem no vestiário e fez o Goiás voltar bem para a etapa final. Michael incomodou muito a defesa gremista no início da etapa final e criou espaços. Com isso, o Verde conseguiu anotar. Aos seis minutos, Maranhão tabelou, recebeu de Jefferson e levantou com o calcanhar. Sem deixar a bola cair, o atacante bateu no ângulo e empatou o jogo.

Depois do gol de Maranhão, o Alviverde teve bons momentos, atacando bem e sofrendo pouco com os contra-ataques do Grêmio. Contudo, faltava maior organização e qualidade para conseguir a virada e tentar transformar a fagulha em fogo de esperança.

GOLPE  FINAL

Com o Goiás atacando mais, o Tricolor teve espaços, e aproveitá-los é o que a equipe gaúcha faz de melhor. Passada a tentativa de pressão dos goianos, o Imortal matou o jogo. Aos 30 minutos, Alisson assistiu Thaciano na área. Ele recebeu, girou o corpo e bateu no canto de Rangel para fazer 2 a 1.

Leia mais no Esporte Goiano