Paulo Rogério Pinheiro irá na justiça para liberar torcida em jogos do Goiás

Paulo Rogério Pinheiro decidiu após o Cruzeiro conseguir liminar no STJD

Paulo Rogério Pinheiro
Paulo Rogério Pinheiro. Foto: Fernando Lima - Goiás

O presidente do Goiás, Paulo Rogério Pinheiro, afirmou que após a liberação da prefeitura de Goiânia, o clube irá ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva para liberar a torcida do Goiás nos jogos como mandante. Isso se deu, após o Cruzeiro conseguir uma liminar no STJD, no qual foi liberado a presença dos torcedores no duelo contra o Confiança, pela 20ª rodada da Série B.

“Assim que o prefeito sinalizar vamos entrar com um pedido de liminar, porque se deu para um clube tem de dar para os 20 clubes. Foi uma decisão estranha do STJD, em dar a liminar para um único clube”, disse Paulo Rogério Pinheiro em live no seu Instagram. Que ainda frisou que os clubes da Série B já entraram com uma ação para caçar a liminar do Cruzeiro.

“Os demais clubes, incluindo o Goiás, entramos com uma ação para caçar a liminar ou que o STJD julgue o mérito da ação do Cruzeiro. Já que esse mérito atinge todos os clubes da Série B”, disse o presidente.

Paulo Rogério Pinheiro quer adiantar evento-teste

Em Goiânia, a prefeitura já divulgou que irá fazer um evento-teste na capital para a volta do público aos estádios, porém Paulo Rogério Pinheiro quer que isso ocorra o mais rápido possível, já que segundo ele, Goiás, Vila Nova e Atlético estão sendo prejudicados por isso.

“Nós vamos no prefeito. Ele já sinalizou positivo, quer fazer um evento-teste, mas vamos falar que não dá para esperar até 15 de setembro, vamos adiantar para essa semana ou semana que vem. Vamos falar para ele escolher algum time e fazer logo. Acaba que Goiás, Vila e Atlético ficam em desigualdade de armas. Queremos o público no estádio e estamos preparando tudo dentro do protocolo da CBF”, afirmou o dirigente.