Francisco Costa
Do Mais Goiás

Goiás exportou US$ 4,7 bilhões a mais do que importou em 2020, diz governo

Economista observa lados positivos e negativos do resultado

Goiás exporta US$ 4,7 bi a mais que importa, em 2020
Goiás exporta US$ 4,7 bi a mais que importa, em 2020

Segundo informações da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi-GO), Goiás teve saldo positivo de US$ 4,7 bilhões em 2020. Isto, porque as exportações totalizaram US$ 8,1 bilhões e as importações US$ 3,3 bilhões. Apesar de uma boa notícia para quem exporta, pode não ser tão boa para quem precisa comprar bens primários – que foram os mais enviados para fora.

Ao Mais Goiás, a economista e professora Andreia Magalhães, mestre e doutora na área, afirma que a situação é “excelente para o empresário que está na rota de exportações, obviamente, pois eles recebem em moeda forte, enquanto o real está muito desvalorizado frente a elas”.

Ela também ressalta outro ponto positivo: “Para aquela parcela da população que está diretamente ligada a esses setores, com o fortalecimento econômico, garante emprego e renda.”

Contudo, ela destaca que quanto mais se exporta, maior o risco de haver superfaturamento naquilo de que depende do que saiu do país. “Se exportar muita soja, milho e afins, seus derivados terão seus acréscimos colocados nas prateleiras e com isso a sociedade pagará mais caro para ter esses itens”, explica.

Todos ganham, mesmo que pouco

Ainda assim, Andreia aponta outra benesse. Segundo ela, essa situação é interessante para a tributação do Estado. Porém, mais uma vez ela expõe que isso pode impactar o poder de compra. “Os derivados ficam mais caros.”

“Mas se o Estado fica bem, se tem bom recolhimento, se o setor emprega, se o dinheiro gira e se essas pessoas consomem aqui, todos ganham, ainda que de forma mais singela pelo aumento dos preços“, elabora e completa: “Embora diminua o consumo, ainda se consome. Seria ruim se faltasse. Se exportasse e não sobrasse, seria o caos.

Leia também:

Pamonha fica mais cara em Goiânia; saiba o motivo

Balança comercial

A pasta informa, ainda, que o principal mercado de exportações foi a China, mas Espanha e Países Baixos (Holanda) também se destacaram. Entre os produtos enviados, destaque para o complexo soja, carnes e ferroligas.

Em relação a importação, os países de origem mais procurados foram: China, Estados Unidos e Alemanha. Já os produtos buscados: farmacêuticos, adubos (fertilizantes) e químicos orgânicos.

 

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500