Avanços

“Goiás continua entre os Estados com a melhor Educação e vamos melhorar mais”, afirma Marconi

Das 27 unidades da federação, Goiás está entre as quatro que cumpriram as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação para o Ideb 2015




O governador Marconi Perillo afirmou nesta quinta-feira (8/9), durante o quadroPergunte, o Governador Responde, que o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) de 2015 mostra que Goiás está no caminho certo e que a qualidade do ensino vai melhorar ainda mais no Estado nos próximos anos. Os resultados do Ideb 2015, divulgados hoje (8), trazem Goiás no seleto grupo das quatro unidades da federação (de um total de 27) que cumpriram as metas estabelecidas para o Ensino Médio, com nota 3,8, o que garantiu ao Estado a 2ª posição no ranking nacional.

“Agora é trabalharmos duro para que possamos chegar ao próximo Ideb em uma situação melhor ainda. Muito obrigado e parabéns a todos os envolvidos”, disse Marconi, ao responder as perguntas feitas pelos seguidores de suas redes sociais para o Pergunte, o Governador Responde. “Goiás continua entre os estados com a melhor Educação do Brasil e vamos melhorar ainda mais nosso ensino”, afirmou Marconi ao responder perguntas de internautas.

“Apesar da greve que tivemos, que prejudicou muito o fluxo dos alunos, nós ficamos em primeiro ou segundo lugar. Ficamos em segundo lugar no Ensino Médio, perdendo apenas para São Paulo e Pernambuco”, disse o governador, que atribuiu o resultado à atuação cojunta da equipe da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte, liderada por Raquel Teixeira, professores, pais e, “principalmente os alunos” da rede.

No Ensino Fundamental 2 (6.ª a 9.ª série), de responsabilidade do Estado, Goiás avançou e foi da 2ª posição (2013) para a 1ª colocação no ranking nacional do Ideb 2015, com nota 4,7 – em empate com Santa Catarina e São Paulo. A rede goiana superou a meta estabelecida para o Fundamental 2, que era de 4,5. No caso do Ensino Médio, Goiás atingiu a meta de nota 3,8 estabelecida pelo MEC.

No último Ideb, de 2013, Goiás conquistou o primeiro lugar no Ensino Médio e a segunda posição no Ensino Fundamental 2. Em 2009, antes do terceiro mandato de Marconi, o Ensino Médio ocupava a 16.ª posição no Ideb. Durante o terceiro mandato, o Estado passou à 5ª posição (Ideb 2011) e depois à 1.ª (Ideb 2013).

“Em termos de proficiência e de melhoria no ensino, nós melhoramos muito. No Ensino Fundamental 2 nós ficamos em primeiro lugar. No Ensino Fundamental 2 e no Médio ficamos nos primeiros e segundos lugares”, afirmou o governador. “É motivo de comemoração o nosso esforço, com todos, a equipe da Seduce, com os diretores, secretários, professores, pais e, principalmente, os alunos”, afirmou.

Acompanhe, abaixo, a íntegra das respostas de Marconi durante a edição do quadro Pergunte, o Governador Responde desta semana.

Ideb

Apesar da greve que tivemos, que prejudicou muito o fluxo dos alunos, nós ficamos em primeiro ou segundo lugar em todas as categorias do ensino no Estado. Ficamos em segundo lugar no Ensino Médio, perdendo apenas para São Paulo e Pernambuco, que ficaram empatados em primeiro, mas aumentamos a nossa nota. Nossa nota que tinha sido 3,7, no último Ideb, quando ficamos em primeiro lugar, foi para 3,8. E só não foi melhor, repito, por conta da questão do fluxo, da frequência ocasionada por conta da greve.

Mas em termos de proficiência e de melhoria no ensino, nós melhoramos muito. No Ensino Fundamental 2 nós ficamos em primeiro lugar. No Ensino Fundamental 2 e no Médio ficamos nos primeiros e segundos lugares. É motivo de comemoração o nosso esforço, com todos, a equipe da Seduce, com os diretores, secretários, professores, pais e, principalmente, os alunos. Agora é trabalharmos duro para que possamos chegar ao próximo Ideb em uma situação melhor ainda. Muito obrigado e parabéns a todos os envolvidos.

Centro Especializado em preconceito

Um grande problema que temos no Brasil é o preconceito. E todo tipo de preconceito deve ser debatido por todas as pessoas de bem, por todos os democratas, por todos que defendem as liberdades, inclusive a liberdade de expressão. Não há nada mais rasteiro na sociedade do que o preconceito. Então pretendo dar cada vez mais divulgação nos órgãos do estado ao combate a toda espécie de preconceito. Isso é abominável em todos os sentidos.

Obras em Anápolis

O Centro de Convenções nós já conseguimos resolver os problemas que tivemos com a empresa, e as obras devem começar mais rapidamente agora. As obras do presídio estão quase prontas, e as obras do Case também estão quase prontas. São obras extraordinárias. As pessoas quando conhecerem essas obras vão levar um susto tamanha a qualidade e a importância delas. O aeroporto de cargas já está com a pista tolamente pronta. Nós agora vamos avançar um pouco mais em um dos pátios que estão faltando para que possamos entregar definitivamente a obra e inaugurar.

Pacto Goiás Pela Vida

Todos nós somos inquietos em relação à questão da segurança. Todos nós queremos melhorar cada vez mais. É esse meu objetivo e do vice-governador José Eliton, secretário de Segurança Pública. Também é o objetivo das instituições: Poder Judiciário, Legislativo, o Ministério Público, e da sociedade civil organizada, que participam do Pacto. Todos nós queremos que os indicadores de violência diminuam cada vez mais. Tivemos queda dos indicadores de homicídio primeiro, mas ainda temos muitos homicídios no Estado. Tivemos melhoria em outros indicadores, mas o nosso esforço é para diminuir cada vez mais esses índices de violência a partir de medidas preventivas.

O papel da educação, tanto no Estado quanto das prefeituras é muito relevante. É o trabalho de conscientização das crianças. E com o envolvimento da sociedade podemos melhorar mais ainda os indicadores de violência. Em alguns estados esses indicadores melhoraram exatamente por conta desse envolvimento. Nós fizemos um pacto em relação à dengue, ao mosquito Aedes aegypti. Com esse pacto e a mobilização de todos nós conseguimos estar entre os melhores estados do Brasil em termos de desempenho nessa área do combate ao mosquito. Agora com relação à violência, também vejo que com a conscientização e mobilização de todos teremos desempenhos ainda melhores.

Outra coisa importante: segurança não pode ser tratada com demagogia, mas com muita seriedade. Não se resolve as coisas com um passe de mágica. É preciso muito trabalho, esforço, trabalhar muito com inteligência. Agora mesmo a polícia civil, que é uma excelente polícia, prendeu o líder de uma quadrilha, a quadrilha do Novo Cangaço. Certamente isso inibirá os crimes realizados no interior do Estado. Temos trabalhado para elucidar crimes sérios em Goiás, e temos conseguido graças ao trabalho científico e de inteligência realizado pelas nossas polícias.

Cultura

A professora Raquel tem trazido muito esse assunto para mim. Claro que todos nós goianos temos um carinho enorme pela Quasar, que deu visibilidade ao nosso estado dentro e fora do Brasil. É uma companhia extraordinária, que tem um alto nível de talentos individuais e coletivos muito fortes. E tudo que eu puder fazer como governador, a secretária Raquel e o secretário Chaul vamos fazer para que a Quasar continue brilhando nos palcos de Goiás, do Brasil e do mundo.

Missões

Olha, o principal resultado de uma missão comercial é a atração de investimentos, de indústrias, de empresas para cá. E também a transação das nossas mercadorias lá fora. Quando assumi o governo em 1999, Goiás transacionava com menos 40 países; hoje transaciona com mais de 160 países. Está saindo agora e vou divulgar nessa semana o resultado da nossa balança comercial. Com relação ao ano passado já tivemos um crescimento de 15%. Enquanto o Brasil cresceu menos que 10%, nós crescemos 15%. E o mais importante: já estamos chegando a 2 bilhões e 600 milhões de dólares de saldo exportador apenas nesses primeiros 8 meses do ano. Isso é muito importante para um estado que precisa gerar cada vez mais empregos. Quanto mais aumentamos o volume de exportações, mais empregos a gente gera.  E todo o trabalho que fazemos para atrair indústrias, investimentos e melhorar o desempenho da nossa economia tem um sentido apenas: geração de empregos, melhoria da qualidade de vida e renda dos goianos. É isso que nos interessa. Os trabalhadores, pais e mães de família possam ter oportunidade de trabalho. E esse conjunto todo tem sido fundamental para que isso ocorra.

Reforma da Previdência

Nós esperamos medidas duras, que possam andar na contramão da demagogia. Sabemos que existem muitas pessoas envolvidas com seus interesses particulares e corporativos, mas o Brasil é muito maior do que isso. Temos uma população de mais de 200 milhões de pessoas que precisam e esperam medidas que favoreçam as suas vidas. Trabalhar pelo coletivo é muito importante. A reforma da previdência é uma reforma que precisa realmente ir para o Congresso. A reforma do limite dos gastos públicos também precisa ser aprovada; além de outras reformas como a trabalhista para facilitar a empregabilidade no país.

Hoje temos uma legislação que não é muito inteligente, que acaba inibindo o emprego. Precisamos desatar os nós em relação ao emprego. Precisamos fazer a reforma política, tributária, enfim, os desafios são muito grandes para o presidente Temer. Ele pode ter desgastes, mas se conseguir fazer as reformas e fazer o Brasil andar, a entrar de novo em um círculo virtuoso de desenvolvimento e bem estar para todos, é claro que ele será reconhecido lá na frente.

Rodovias

Estamos concluindo as obras iniciadas em 2011. A nossa agenda é terminar o que está em andamento antes de começarmos coisas novas. E reformar, reconstruir o que está ruim. Neste ano conseguimos atuar em toda a malha asfaltada e não asfaltada no estado. No ano que vem pretendemos dar continuidade ao programa Rodovida Reconstrução – fase III. Concluir todos os dois mil quilômetros da fase 3, e aí ficaremos com a nossa malha asfaltada em uma situação muito boa, muito melhor do que a média nacional. Isso é fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado, especialmente em um estado que tem como base o agronegócio.

Para exportar nossos produtos é preciso ter boas estradas, e é o foco que damos nesse momento.

Saneago

Olha, estamos fazendo toda uma reformulação no conselho de administração da empresa. Colocamos técnicos muito capacitados na direção, e tenho certeza que a situação daquela operação será página virada, até porque vão fazer as investigações e por certo concluirão que não houve qualquer tipo de envolvimento ilícito por parte do Dr. José Taveira, do Afrêni Gonçalves e do Robson, que são pessoas extremamente sérias. Isso restará provado quando esse inquérito for concluído. Fizemos as mudanças rapidamente, colocamos pessoas altamente qualificadas e tenho certeza de que a Saneago, que é muito maior do que qualquer problema, continuará na sua trajetória de equilíbrio financeiro, de lucros e de investimentos.

Tópicos