Campeonato Brasileiro

Goiás atropela o São Paulo no Morumbi e volta a vencer no Brasileiro

Na base do contra-ataque, time esmeraldino bate os donos da casa





//

O São Paulo conseguiu despertar revolta nos torcedores que foram ao Morumbi na noite deste sábado. Jogando muito mal, o time novamente modificado por Juan Carlos Osorio acabou derrotado por 3 a 0 pelo Goiás (com gols de Bruno – contra – e Erik – duas vezes) e escutou gritos de “amarelão”, “Lugano” e “vergonha”, entre outros desabafos contra os mais variados alvos.

A primeira derrota do São Paulo no Morumbi durante o Campeonato Brasileiro pode tirá-lo da zona de classificação para a Copa Libertadores da América com a sequência da última rodada do turno. Ainda com 31 pontos ganhos, a equipe tem o seu quarto lugar ameaçado por Fluminense, Sport e Palmeiras.

A preocupação com o Brasileiro, no entanto, será adiada nesta semana. O São Paulo iniciará o confronto de quartas de final da Copa do Brasil, contra o Ceará, na noite de quinta-feira, no Morumbi. Também em seu estádio, receberá o Flamengo no domingo de 23 de agosto.

Já o Goiás subiu para os 19 pontos e ganhou ânimo na luta contra o rebaixamento para a Série B. Na noite de terça-feira, o time dirigido por Julinho Camargo enfrentará o Brasília, no Mané Garrincha, pela Copa Sul-americana. O adversário do sábado que vem, pelo Brasileiro, será o lanterna Vasco, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 3 GOIÁS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 15 de agosto de 2015, sábado
Horário: 21 horas (Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público: 25.452 pessoas
Renda: R$ 653.059,00
Cartão amarelo: Paulo Henrique Ganso (São Paulo)
Gols: GOIÁS: Bruno (contra), aos 25, e Erik, aos 44 minutos do primeiro tempo; Erik, aos 31 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Lucão, Breno (Rafael Toloi) e Edson Silva (Paulo Henrique Ganso); Bruno, Hudson (Thiago Mendes), Wesley, Michel Bastos e Carlinhos; Centurión e Alexandre Pato
Técnico: Juan Carlos Osorio

GOIÁS: Renan; Gimenez, Fred, Felipe Macedo e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick, David e Felipe Menezes; Erik (Liniker) e Murilo (Bruno Henrique)
Técnico: Julinho Camargo

Tópicos