Fraude

Goiano é condenado nos EUA por fraudar cartões

Dupla do Brasil passará quatro anos presa após fazer várias compras com cartões falsos no meio-oeste americano

Brasil

Jose Abrão
Do Mais Goiás | Em: 22/04/2017 às 12:18:17

José Pinto (esq) e Glennio foram condenados à quatro anos de prisão (Reprodução/Vail Daily)
José Pinto (esq) e Glennio foram condenados à quatro anos de prisão (Reprodução/Vail Daily)

Dois brasileiros foram condenados a quatro anos de prisão nos EUA por fazerem uma série de compras com cartões de crédito falsos. José Pinto de Oliveira Filho, de 50 anos, e Glennio Gomes de Andrade, de 28, foram presos em Avon, no Colorado, após usarem os cartões em diversas lojas.

De acordo com fontes do Mais Goiás, Glennio é de Goiânia, tinha fama de gastador em boates e morava em um prédio de luxo próximo ao Parque Vaca Brava, no Setor Bueno. Já Filho, seu comparsa, seria de São Paulo.

Segundo o jornal local Vail Daily, os dois entraram no país por Miami com vistos de turista. Usando cartões falsos, eles começaram uma viagem por lá usando os cartões para alugar carros, comprar passagens de avião e, principalmente, comprar material eletrônico. A maior parte das compras giraram em torno de máquinas GoPro e outros acessórios caros de fotografia que provavelmente seriam vendidos no Brasil.

Eles passaram pelos estados de Indiana, Michigan e Idaho antes de entrarem no Colorado. Eles passaram pela cidade de Vail, onde fizeram mais compras, em outubro de 2016, e foram presos logo depois, do lado de fora de uma loja de artigos esportivos em Avon.

Entre os itens recuperados pela polícia estavam 11 câmeras GoPro, seis headphones das marcas Beats e Bose e vários aparelhos de GPS e Apple TV.

Os brasileiros se declararam culpados. Filho já cumpriu 191 dias de prisão e já devolveu todos os bens e dinheiro roubado. Em agosto, a dupla terá direito a uma audiência para revisar suas sentenças.