Corrida

Goiânia sediará edição do SuperBike e Brasileiro de Motovelocidade em julho

Prova será realizada após três meses de reformas no Autódromo de Goiânia. Asfalto foi recuperado, principalmente nas curvas


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 10/06/2018 às 19:03:51


Após passar cerca de três meses fechado para reformas, o Autódromo de Goiânia já iniciou novas marcações de eventos na agenda. Para reinaugurar a pista, que passou por reparos nas curvas, motociclistas irão, no próximo dia 8 de julho, disputar a 1° etapa do Goiás Superbike e a 2° fase do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

A novidade foi anunciada neste domingo (10) pelo presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FGM), Roberto Boettcher. Para ele, a recuperação asfáltica merece elogios. “A qualidade do asfalto, principalmente para a motovelocidade, é essencial para garantir uma boa prova e evitar qualquer tipo de incidente”.

Conforme explica Boettcher, mesmo que a pista não demonstre estar desgastada, é necessário que o circuito passe por reformas bienais para garantir a segurança dos pilotos. “Foi uma reforma esperada e necessária. Tive oportunidade de acompanhar as obras de perto e posso afirmar que a pista está perfeita. Só falta a gente começar o campeonato.

O piloto goianiense João Ricardo, que irá participar do evento estadual na categoria SuperBike, de 1.000 cilindradas, também aprovou a reforma do trajeto. Para ele, as manutenções periódicas também são necessárias, principalmente, porque o circuito recebe vários campeonatos, como Fórmula Truck, Stock Car e Mitsubishi Evo, além dos eventos de motovelocidade.

Competidor nas categorias SuperBike Pro e Master, João Ricardo avalia pista positivamente (Foto: Randes Nunes)

“Testei a pista com carro e moto e posso dizer que estou 100% confiante com a pista. A moto é mais sensível, conseguimos sentir melhor as emendas e elas ficaram perfeitas, ainda melhores que as da grande reforma em 2014. Praticamente não se consegue sentir a diferença de um asfalto para o outro. Essas reformas são necessárias porque a pista de Goiânia recebe muitos campeonatos, o que ajuda a desgastar e tornar o asfalto mais irregular”, revela.

Estadual e nacional

A prova do circuito estadual – Superbike –  envolverá pilotos de oito categorias distintas. Entre elas estão Sport 150cc, Sport 300cc Light, Sport 300cc Master; e Superbike Pro, com motos 1.000 cilintradas. Mais informações sobre as corridas serão divulgadas nas próximas semanas.

Quanto ao brasileiro de Motovelocidade, estarão em Goiânia os principais nomes do motociclismo nacional, como o paulista Danilo Lewis, que foi o primeiro brasileiro a estrear no mundial de motovelocidade marcando ponto na categoria WSSBK Super Stock 1000. O nacional terá cinco categorias: Sport 300cc; Sport Master 300cc; Super Sport 600cc; SuperBike Master e SuperBike.