Divirta-se

Goiânia sedia primeiro museu da Polícia Civil em Goiás

Exposição de objetos antigos de uso dos policiais é o primeiro evento a ser realizado no local, e destaca a profissão do policial civil, homenageado nesta semana


Amanda Sales

Do Mais Goiás | Em: 11/05/2018 às 16:26:22


Museu homenageia delegado morto em acidente de helicóptero. (Foto: Divulgação)
Museu homenageia delegado morto em acidente de helicóptero. (Foto: Divulgação)

Goiânia tem o primeiro museu da Polícia Civil em Goiás. O Museu Delegado Osvalmir Carrasco foi construído dentro da Escola Superior da corporação e vai contar com mostras e exposições abertas à toda população. Entre os materiais expostos, estão artigos para que a população saiba como iniciaram os trabalhos dos policiais civis de Goiás.

Diretor da Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), o delegado Marcelo Aires explica que a primeira exposição foi inaugurada junto com o museu nesta quinta-feira (10) e segue até o dia 30 de maio. Intitulada Um pouco da história da Polícia Civil de nossos policiais, a mostra faz um resgate histórico da corporação com o intuito de ressaltar a importância do trabalho dos policiais civis para o Estado.

Entre os materiais em exposição, Marcelo destaca Livros de Estatísticas Criminais, Registro de Estrangeiros no Estado, que era feito pela corporação, Registro e Controle de Armas, material cartorário e máquina de emissão de Carteira de Identidade. Além do resgate, o delegado ressalta que a mostra é uma homenagem aos profissionais da corporação, na semana em que se comemora o Dia do Policial Civil (9).

Marcelo ressalta que o museu é um sonho concretizado. “Para a corporação, o museu é motivo de orgulho, é um sonho antigo de todos os policiais civis que desejavam ter um lugar onde pudessem relembrar os fatos históricos da Polícia Civil”, relata.

Homenagem

O nome escolhido para o museu é uma homenagem ao delegado de polícia Osvalmir Carrasco, morto em 08 de maio de 2012, com outros três delegados e dois peritos, em um acidente aéreo, durante trabalho de reconstituição de crime ocorrido à época. A data de inauguração foi elegida também para relembrar os seis anos da fatalidade.

Os policiais e peritos voltavam de um trabalho de reconstituição de uma chacina em Doverlândia, no sul de Goiás, quando uma falha no motor do helicóptero causou uma pane que fez com que o mesmo caísse. Osvalmir, além de liderar as investigações, era o piloto da aeronave no momento do acidente.

Marcelo conta que os pais e filhos de Osvalmir foram convidados e estiveram presentes durante a cerimônia de abertura do museu.

Próximas exposições

Marcelo conta que próximas exposições são previstas para o Museu Delegado Osvalmir Carrasco. A segunda delas deve acontecer a partir do segundo semestre de 2018 e vai ter como foco, conforme o delegado, os policiais civis que se destacaram na resolução de crimes complexos e que tiveram repercussão na mídia.

O delegado aponta também, que apesar de não haver previsão, há um projeto de expor obras e trabalhos de policiais que possuem talentos artísticos e esportivos. Marcelo ressalta que há muitos agentes que foram atletas profissionais do futebol, artistas plásticos, poetas e cantores e todos devem mostrar um pouco de sua atuação fora da Polícia.

 

Evento: “Um pouco da história da Polícia Civil de nossos policiais”

Data: 11 a 30 de maio

Horário: das 8h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira

Endereço: Escola Superior da Polícia Civil-  Avenido Planalto, s/n – Jardim Bela Vista, Goiânia – GO

Entrada: Gratuita