Ton Paulo
Do Mais Goiás

Goiânia registra 14,6 mil denúncias de poluição sonora em residências em 2020

Número é quase o dobro em comparação com 2019, quando foram registradas 7.377 acionamentos, e é o mais alto desde 2013, quando houve 21.347 denúncias

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Goiânia registrou 14.580 denúncias de poluição sonora em residências ao longo de 2020, ano em que começou a pandemia do novo coronavírus e a campanha pelo isolamento social. O número é quase o dobro em comparação com 2019, quando foram registradas 7.377 acionamentos, e é o mais alto desde 2013, quando o município registrou 21.347 denúncias da mesma infração. Os dados são da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma).

Segundo a Amma, além das denúncias de poluição sonora em residência, Goiânia registrou, em 2020, 4.064 denúncias do mesmo tipo em bares, boates e similares; 67 em carro de som e propaganda; 11.187 em indústria e comércio e 466 em igrejas e templos religiosos.

Somando esses com denúncias de poluição sonora em alarme/obras e veículos particulares, a Amma foi acionada 21.128 vezes para verificar produção de barulhos incômodos. Em 2019, o número total de acionamentos foi de 14.134.

Ainda de acordo com a Amma, o ano em que mais se registrou denúncias de poluição sonora entre 2011 e 2020 foi 2012. Foram 22.065 acionamentos de casas “barulhentas”. As denúncias de poluição sonora podem ser feitas pelo número 161.

Cabe destacar que agentes da Amma integram a Central de Fiscalização da Covid-19, grupo formado pela Prefeitura de Goiânia com o objetivo de fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias contra o coronavírus na capital.