Universíada 2019

Goiânia pode sediar segundo maior evento poliesportivo do mundo

A equipe da CBDU apresentou um estudo contendo propostas de obras e investimentos necessários para que a capital goiana seja a sede do evento





//

Goiânia pode sediar a Universíada de 2019, segundo maior evento poliesportivo do mundo. O assunto foi discutido entre o governador Marconi Perillo e o ministro dos Esportes, George Hilton, além de representantes da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), entre eles o presidente Luciano Cabral, em Brasília, nesta terça-feira (09/06).

A equipe da CBDU apresentou um estudo contendo propostas de obras e investimentos necessários para que a capital goiana seja a sede do evento. Participaram também da reunião o ex-senador Cyro Miranda (Goiás Parcerias), o secretário Thiago Peixoto (Segplan) e o superintendente de Esporte, Júnior Vieira.

Marconi afirmou que há interesse do Estado em buscar parcerias para concretizar a proposta.  “Há um interesse grande do governo de Goiás e do ministro dos Esportes para que Goiânia sedie esse evento”, declarou. Ele antecipou que irá dialogar com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e na sequência com a presidente Dilma Rousseff em busca de recursos junto à União.

O governador antecipou ainda que irá iniciar conversas com empresários goianos para identificar possíveis investidores na Vila Olímpica. “Uma vez definidas as fontes de financiamento, a participação de cada um e o apoio do governo federal, nós teremos condições de dar a palavra final. Uma preocupação nossa é darmos essa palavra se tivermos segurança de que haverá condições de financiamento e viabilização dos recursos para garantir o empreendimento, que é o terceiro mais importante do mundo”, observou.

Tópicos