Urbanismo

Goiânia ganhará o seu primeiro Parklet

Espaço, que será instalado no Setor Marista, objetiva humanizar e democratizar uso do espaço público.





//

A criação em Goiânia dos Parklets, minipraças instaladas em espaços de vagas até então destinadas a estacionamento, foi regulamentada nesta segunda-feira (30/03) pelo prefeito de Goiânia, Paulo Garcia.

O primeiro Parklet da Capital será inaugurado no final de abril na confluência das Ruas 137, 144 e 145, no Setor Marista. O conceito foi criado em São Francisco, Estado Unidos. No Brasil, o sistema funciona como reflexo de iniciativa da Organização Não-Governamental (ONG) Instituto Mobilidade Verde.

No padrão oficial, a plataforma móvel que será instalada em Goiânia funciona como uma extensão temporária da calçada – equipada com bancos de madeira, mesas, floreiras, guarda-sol, bicicletário e aparelhos para exercício físico, dotada de energia solar, pontos para carregamento de bateria e internet sem fio – criada em alguma área antes ocupada por veículos.

O local tem o objetivo principal de humanizar e democratizar o uso do espaço público, além de criar áreas de convivência social e interação entre as pessoas.

Os Parklets são projetos bem sucedidos em várias cidades do mundo e no Brasil. Recife, Fortaleza, Blumenau, Canoas e São Paulo são localidades que já contam com Parklets instalados em espaços públicos. Os parklets poderão ser usados pela população para descansar, ler, participar de manifestações artísticas, praticar exercício físico e também para o lazer.

Tópicos