Atendimento de urgência

Goiânia e região metropolitana ganham serviço de motorresgate do Corpo de Bombeiros

Profissionais equipados com motocicletas atenderão vítimas até que a unidade de resgate chegue ao local do acidente. O objetivo é garantir mais celeridade no atendimento pré-hospitalar


Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 04/05/2019 às 09:21:15

Foto: CBMGO/Divulgação
Foto: CBMGO/Divulgação

O Governo de Goiás realizou, nesta sexta-feira (03), a formatura  e implantação do Grupo de Ações e Respostas RápidasCorpo de Bombeiros Militar de Goiás (Garra). A solenidade aconteceu no Batalhão de Salvamento em Emergência (BSE), em Goiânia, e marca o início do serviço de motorresgate na capital e região metropolitana.

Um dos principais objetivos do novo serviço é dar mais celeridade ao atendimento inicial às vítimas de acidentes.
Bombeiros equipados com motocicletas farão o atendimento pré-hospitalar das vítimas até que a unidade de resgate chegue até o local.

“Sabemos que poucos segundos podem fazer a diferença na vida de pessoas que sofrem acidentes. Muitas vezes, o congestionamentos no trânsito impedem que elas cheguem aos hospitais com rapidez. O atendimento que estamos implantando nos ajudará a reverter esse quadro”, explicou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Dewislon Adelino Mateus, os socorristas transportarão equipamentos necessários para o atendimento inicial. “Caso a pessoa tenha uma parada respiratória, por exemplo, as chances do quadro ser revertido é maior”, destacou.

Durante o curso de formação, os bombeiros passaram por aulas práticas e teóricas de técnicas de pilotagem, mecânica, escolta, salvamento aquático, legislação de trânsito e atendimento pré-hospitalar. A Polícia Militar, por meio de Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), auxiliou na capacitação dos 30 profissionais que prestarão o novo serviço.

O atendimento será realizado a partir deste mês em Goiânia e região metropolitana. “Na medida em que o trânsito se tornar complicado em outras regiões, também podemos levar esse diferencial para outros municípios”, ressaltou o vice-governador Lincoln Tejota, que também participou da solenidade.

Para o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, a medida é fundamental para preservar vidas. “É um grande avanço. Esse atendimento é muito importante para conter hemorragias e garantir melhores condições de atendimento em casos de fraturas expostas ou traumatismos cranianos, por exemplo”.