Autódromo de Goiânia

Goiânia é palco de provas de motovelocidade

Organização do Goiás Superbike e do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade avaliam etapas realizadas na capital como positivas e informam que público presente durante o final de semana chegou a cerca de 7 mil pessoas


Raphaela Ferro
Do Mais Goiás | Em: 08/07/2018 às 20:27:50

Foto: Reprodução FMG - Randes Nunes
Foto: Reprodução FMG - Randes Nunes

De acordo com a Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FMG), cerca de 7 mil pessoas passaram pelo Autódromo de Goiânia durante este final de semana para acompanhar a abertura da temporada 2018 do Goiás Superbike  e mais uma etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Entre treinos livres e preparações técnicas, as atividades tiveram inicio na quinta-feira (5). Mas, as provas oficiais só foram realizadas neste domingo (8).

Um dos destaques ficou por conta da categoria 300cc Ligth, que teve como campeão Caíque Lanna, de 13 anos, novato na competição. “Estou muito feliz, porque consegui me manter entre os primeiros. Essa corrida foi importante para pegar ritmo”, declarou o piloto, que é natural de Brasília. João Pedro Pires e Raquel Nogueira, ambos de 11 anos, também novatos, garantiram um lugarzinho no pódio, ocupando o segundo e terceiro lugares respectivamente.

O presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FMG), Roberto Boettcher, ressaltou a participação das crianças. “Tivemos a oportunidade de acompanhar nesse domingo o futuro do esporte sobre duas rodas. As crianças e adolescentes credenciados para a competição deram um verdadeiro show nas pistas”. O ex-piloto também destacou a qualidade técnica dos demais competidores e o bom funcionamento das provas, em que, de acordo com ele, não houve imprevistos.

Na categoria 300cc Master, o topo do pódio foi ocupado por Josué Araújo, o Buchecha, que engatou a 19° vitória consecutiva. O piloto goiano de 54 anos é um dos lideres nacionais e campeão goiano de motovelocidade. Além de Buchecha, aceleraram e garantiram o primeiro lugar em suas categorias: Jirios Abboud (SBK Master), Michel Velludo (600cc), Bruno César (Sport 300cc) e Danilo Lewis (SBK Pro), que, apesar de problemas técnicos, não saiu da ponta.

“Fiquei nervoso porque na volta de apresentação meu quick shifter quebrou. Sem esse dispositivo, que não precisa tirar a mão do acelerador para trocar a marcha, precisei forçar a mão e isso cansa muito, ainda mais que quebrei dois dedos recentemente. Apesar disso, me mantive na liderança e estou satisfeito com o desempenho”, contou Danilo.

Com a participação de mais de 100 atletas, disputando em oito categorias, o  evento chamou a atenção de Firmo Alves, presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). “Fiquei muito satisfeito com essa etapa. Goiânia já foi berço do Mundial MotoGP, que é o maior evento de motocicleta do mundo, e já foi palco de outros grandes eventos. Todo esse histórico e tradição credenciam Goiânia para receber outras etapas do Campeonato Brasileiro”, disse.

E já tem data para isso. De acordo com calendário oficial do Goiás Superbike e do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, a 2ª etapa do torneio goiano e a 3ª da competição nacional terão Goiânia como palco. As datas escolhidas para os eventos são os dias 8 e 9 de setembro.

 

Primeiros colocados de cada categoria disputada neste domingo:

Superbike

1º Danilo Lewis

2º Ian Lucas

3º Gabriel Zampollo

 

SBK Light

1º Vigmar Cardoso

2º Elvis Preslei

3º Pedro Henrique Costa

 

SBK Master

1º Jirios Abboud

2º Nestore Guarino

3º Fernando Tavares

 

Super Sport 600cc

1º Michel Velludo

2º Kioman Munoz

3º Antônio Carlos Franzen

 

Sport 300cc

1º Bruno César

2º Rafael Rosa

3º André Baldoni

 

300cc Light

1º Caíque Lanna

2º João Pedro Pires

3º Raquel Amanda Nogueira

 

300cc Master

1º Josué Buchecha

2º Waldemir Gustavo

3º José de Barros

 

Sport 150cc

1º Wesley dos Reis

2º Ricardo do Amaral

3º Ewalber Santos