Xô, mosquito!

Goiânia e Aparecida treinam ‘Caçadores de Aedes’ para canteiros de obras

Objetivo é evitar a proliferação do mosquito aedes aegypti nas intervenções viárias das duas maiores cidades do estado


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 01/11/2019 às 18:20:40

Um novo sistema de controle contra o mosquito Aedes Aegypti é testado, a partir desta quarta-feira (18), em Goiânia. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
Um novo sistema de controle contra o mosquito Aedes Aegypti é testado, a partir desta quarta-feira (18), em Goiânia. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

As prefeituras de Goiânia, de Aparecida de Goiânia e o Serviço Social da Indústria da Construção do Estado de Goiás (Seconci) promoveram nesta sexta-feira (1º), um treinamento para combater a proliferação do mosquito aedes aegypti. A ação, batizada “Caçadores de Aedes”, foi direcionada aos trabalhadores das obras espalhadas pelas duas cidades, para evitar a reprodução do mosquito nesses locais.

O treinamento envolveu 80 pessoas que trabalham diariamente nos canteiros de obras dos municípios. Durante a manhã foram apresentadas palestras sobre o tema por autoridades e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS).

À tarde os trabalhadores foram até um canteiro de obras no Jardim Atlântico, em Goiânia. Lá eles fizeram a parte prática do treinamento, acompanhados por agentes de combate à endemias de Goiânia.

De acordo com a assistente social do Seconci, Joyce Lopes, a ideia do projeto é contribuir para saúde do trabalhador e da população em geral. “O objetivo é capacitar os ‘Caçadores de Aedes’ para que tenham um olhar clínico na identificação de possíveis criadouros e locais com focos”

Combate ao aedes

O início do período chuvoso traz o acúmulo de água da chuva em lotes baldios, calhas, pneus, lixo e até nas folhas secas. Junto com a temperatura alta, esses são os ambientes ideais para a reprodução do vetor de doenças como a dengue, a o vírus Zika e a Febre Chikungunya.

Na capital, além dos já citados problemas enfrentados todo o ano, a grande quantidade de obras pode tornar a situação ainda mais difícil. Atualmente, são 13 grandes intervenções em curso, tocadas pela Prefeitura, em diversos pontos da cidade. Os canteiros de obras, além de criarem transtornos para o trânsito, são locais favoráveis para que o mosquito possa se reproduzir.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), 32.210 casos de dengue já foram notificados em Goiânia no ano de 2019. Este número é 15% maior do que o mesmo período de 2018 e 4,34% maior do que 2017. Os dados mostram que, ao contrário dos anos anteriores, os casos de dengue em 2019 têm aumentado.

Em Aparecida de Goiânia, a situação é ainda mais grave. Foram notificados 15.846 casos na cidade. O aumento foi de 6% com relação a 2018 e 33,06% com relação a 2017.