Karla Araujo
Do Mais Goiás

Goiana é eleita coordenadora de grupo nacional de enfrentamento às drogas

Ivânia Fernandes é diretora-geral do Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Goiás (GEED/SES)

A diretora-geral do Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Goiás (GEED/SES), Ivânia Fernandes, foi eleita coordenadora do Comissão Diretora do Fórum de Gestores Brasileiros de Políticas sobre Drogas. A escolha aconteceu durante a I Semana de Prevenção às Drogas do Recife com o Fórum de Gestores Brasileiros de Políticas Públicas sobre Drogas.

Ivânia Fernandes destacou a importância de aprimorar as ações, a partir da comunhão de experiências adquiridas por projetos e programas desenvolvidos em âmbito nacional. “Esse trabalho é mais um desafio, mas nós faremos o melhor para atender às expectativas”, ressaltou a gestora.

O evento foi organizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos. No encontro estiveram presentes representantes da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Escritório da Organização das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) e da Confederação Nacional de Comunidades Terapêuticas, o Governo de Goiás, além dos governos de Pernambuco, Paraíba, São Paulo, Tocantins, Ceará, Piauí, Minas Gerais, Santa Catarina e Alagoas.

Durante o Fórum de Gestores, Francisco Cordeiro, representante do UNODC, apresentou o Relatório Mundial sobre Drogas, lançado na última segunda-feira (26). Na sequência, os gestores fizeram uma visita ao Centro de Acolhimento Intensivo do Programa Atitude Pernambuco, para conhecer o trabalho de redução de danos e riscos dos usuários de drogas.

Durante o dia, o secretário-executivo de Políticas sobre Drogas do Recife, André Sena, apresentou o Sistema Mais Recife de Políticas sobre Drogas, lançado na última terça-feira (27). “Apresentar o Sistema Mais Recife a diversos gestores brasileiros é importante porque temos o objetivo de lidar com o assunto com um novo formato, já que trazemos uma inovação nos paradigmas de relacionamento entre os pilares de políticas sobre drogas”, destacou o sociólogo.

A coordenadora de Políticas de Drogas do Governo de São Paulo, Gleuda Apolinário, também apresentou uma perspectiva das experiências de políticas públicas na Cracolândia da cidade de São Paulo, apresentando o Programa Recomeço e sua linha de atuação.