Calma que vai dar certo!

Globoplay reduzirá qualidade do streaming após crescimento de consumo durante isolamento

A redução se dará para atender mais usuários durante o período

Entretenimento

FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 22/03/2020 às 17:22:21

(Foto>: Divulgação)
(Foto>: Divulgação)

A Globoplay, serviço de streaming da Globo, anunciou neste domingo (22) que vai reduzir a qualidade de seus vídeos a partir de segunda (23), como uma medida para garantir o atendimento a mais usuários nesse período em que é recomendado o isolamento da população.

Em nota, a Globoplay afirmou que vai “gerar um perfil de consumo de tráfego mais conservador para evitar um possível colapso da infraestrutura de troca de tráfego público”. Com isso, perfis de resoluções mais altas como 4K e Full HD (1080p) serão temporariamente suprimidos.

A maior resolução para conteúdos da plataforma passará a ser a HD (720p). Com isso, a taxa de bitrate da resolução Full HD, de 5,8 Mbps, cairá para 2,8 Mbps, afirma a plataforma. Um capítulo de novela com 60 minutos, por exemplo, que consumia 2,5 Gb no Full HD, passará a requerer 1,2 Gb.

Segundo a plataforma, a mudança acontece devido ao crescimento no consumo de internet no Brasil desde o início do isolamento. A medida, que atingirá também os produtos G1, GShow e Globosat Play, só afeta o tráfego de dados, não havendo limites para a quantidade de vídeos nem para o total de horas consumidas.

Medida semelhante também foi tomada na União Europeia. Netflix e YouTube, por exemplo, anunciaram a medida de reduzir a qualidade de seus streamings, inicialmente pelo período de 30 dias.

No caso da Globoplay, além do aumento do consumo por haver mais pessoas em casa durante todo o dia, a plataforma também tem recebido mais visitas de não-assinantes. A partir de segunda, por exemplo, essas pessoas terão acesso liberado à toda primeira fase de “Amor de Mãe“. Basta fazer um cadastro.