ELEIÇÃO | TRINDADE

George Morais acredita em polarização com grupo de Darrot na eleição

Pré-candidato do PDT afirma que Dr. Antônio está em uma descendente


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 29/07/2020 às 17:38:10

(Foto: PDT)
(Foto: PDT)

O pré-candidato a prefeitura de Trindade George Morais (PDT) afirma não ter problema de inelegibilidade e garante que vai disputar a eleição deste ano. “Ainda tem algumas pendências administrativas, mas tudo foi aprovado na Câmara.” Ele prevê uma polarização entre ele e o grupo de Jânio Darrot (PSDB), que tem como pré-candidato Marden Júnior.

Ex-prefeito de 2.000 a 2.008, George afirma que ele e Dr. Antônio – pré-candidato do DEM – têm o mesmo eleitorado, mas que o deputado estadual está em uma descendente. “No ano passado eu não era pré-candidato, então Dr. Antônio ganhou destaque. Quando coloquei meu nome, a situação mudou”, avalia.

Sobre Marden, ele acredita na polarização pela força da máquina, porém vê desgaste na base. “Divisão grande, não conseguiram unificar”, diz ele ao apontar uma série de pré-candidatos do mesmo grupo.

“Jeann Carlos (PRTB), Roni Ferreira (Cidadania), Alexandre César e o vice Gleysson Cabrini (PSDB) romperam”, diz George. O vereador Dyego Hygor Marques (PSD) permanece com Jânio, segundo o pedetista.

Grupo

O PDT se junta a outras siglas para formar um blocão de oposição. As siglas que o partido já estaria negociado são: PT, SD, MDB e PSB. “Nosso grupo tem mais de 100 pré-candidatos a vereador.”

Segundo Morais, a expectativa é fazer três vereadores. Ele faz as contas: “19 partidos montaram chapa de vereador. Desses, de dez a 12 farão vereadores para as 19 vagas. Cerca de três partidos devem fazer três vereadores; três ou quatro, dois; e o restante um. PDT, PSDB e DEM tem chance de fazer três.”