Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás

Garoto de 7 anos consegue notebook para estudar vendendo minipizzas

História de Franscico sensibilizou uma das clientes que, ao ver o vídeo nas redes sociais, resolveu presenteá-lo

Garoto consegue notebook para estudar vendendo minipizza
Garoto consegue notebook para estudar vendendo minipizza (Foto: arquivo pessoal)

Perseverança é o que define Francisco, de apenas 7 anos. Para não perder as aulas online, ele decidiu vender minipizzas para adquirir um notebook.  Ele colocou literalmente a mão na massa para conseguir o dinheiro do aparelho. A história sensibilizou uma cliente, que decidiu presenteá-lo com o produto.

Francisco mora em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Segundo a mãe da criança, Seara Santana, de 39 anos, a iniciava de vender as pizzas partiu do próprio garoto. Ela conta que prometeu o aparelho ao filho no Natal do ano passado, mas a família foi acometida por dificuldades financeiras devido à pandemia do novo coronavírus. Ela chegou a adiar o presente para o aniversário do garoto, que é comemorado em agosto, mas ele não quis esperar.

“Como ele é muito ansioso e cheio de atitude, disse que precisava começar a vender alguma coisa para juntar dinheiro e comprar o computador. Ai eu pensei: o que poderíamos vender? Foi quando veio a ideia de vender as minipizzas. Isso tudo no final de fevereiro”, contou a mãe ao G1.

Foi assim que nasceu a “Pizzas do Fran”, que tem sede na casa do avô da criança. Seara dividiu a sua jornada de mãe, vendedora de uma loja da cidade e em ajudar a criança a fazer as pizzas para vender.

“No início, achei que não daria certo. Falei: ‘bom, se eu conseguir vender para, pelo menos, pagar a primeira parcela do notebook, eu vou comprar’. Depois, me viraria para pagar o restante (…) Na primeira semana, vendemos 36 bandejas. Na segunda, foram 74 e, nesta última, já temos 94 bandejas, com dez pizzas cada uma, reservadas. Tudo isso com o Francisco e eu trabalhando juntos”, afirma Seara.

Garoto consegue notebook para estudar vendendo minipizza

Garoto consegue notebook para estudar vendendo minipizza (Foto: Arquivo Pessoal)

Redes socais

O pequeno coloca o sucesso de vendas em pouco tempo após divulgação dos produtos nas redes sociais. Ele mesmo começou a fazer o próprio marketing. “Eu estava mexendo na internet e vi páginas de lojas. Aí, tive a ideia de criar uma página da Pizzas do Fran para a gente divulgar”, disse Francisco.

A mãe conta que colocou vídeos do garoto contando sobre o objetivo com a venda das minipizzas. A partir disso, os clientes começaram a aparecer, mas uma em especial surpreendeu a família ao dar o computador para a criança.

“Nós colocamos o vídeo com ele contando toda a história na página. Aí, uma cliente, no dia 19 de março, encomendou uma das nossas bandejas e contou a história para algumas amigas. Uma delas entrou em contato comigo durante a semana e disse que queria ajudar. Na hora, pensei que ela queria comprar as pizzas, mas ela disse que daria o notebook para o meu filho”, disse a mãe.

“Fiquei até as 5 horas da manhã acordado. Estava muito feliz. Veio um entregador pela manhã, que trouxe o computador. Eu agradeci muito. Fiquei muito feliz”, comentou o menino.

Francisco e a mãe contam que vão manter o negócio adiante. Isso, inclusive, induziu o menino a querer se tornar um chefe de cozinha. “Nós não vamos parar por aqui. Vamos aproveitar que está dando tudo certo e continuar com o nosso negócio. O Francisco aprendeu a gostar da cozinha e agora quer ser um master chef. Ainda bem que estamos recebendo muitas demandas”, completou Seara.

*Com informações do G1