Aparecida de Goiânia

Garota de 19 anos morre após ser baleada e agredida com pedaço de concreto; suspeito é preso

Ela tentou fugir após levar tiro, mas foi perseguida e golpeada com pedaço de concreto





//

Uma jovem de 19 anos morreu após ser baleada e agredida com um pedaço de concreto em uma rua do Setor Jardim Boa Esperança, na divisa com o Jardim Tiradentes, em Aparecida de Goiânia. O crime aconteceu por volta das 5h da manhã deste sábado (24/01). A vítima estava em uma motocicleta com a irmã, de 18 anos, que também foi atingida por disparos.

Segundo informações da Polícia Militar, as jovens tinham acabado de sair de uma festa e estavam voltando para casa, quando a  motocicleta em que elas estavam foi fechada por um veículo e os autores efetuaram disparos.

De acordo com a PM, um tiro pegou no pescoço da jovem de 18 anos que estava na garupa. Ela caiu ao solo e fingiu estar morta e a outra ainda tentou fugiu. No entanto, um dos suspeito foi atrás dela, a empurrou, e a agrediu na cabeça com um pedaço de concreto. Pollyana Fernandes da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Socorrida, a sobrevivente foi encaminhada ao Huapa (Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia). Segundo a unidade de saúde, ela passou por cirurgia e tem quadro de saúde estável.

PRISÃO DE SUSPEITO

De acordo com a PM, dois jovens que participaram do crime já foram identificados pela polícia. Enio Pinheiro dos Santos, de 20 anos, foi preso ainda na manhã deste sábado.

O suspeito foi preso na casa do comparsa dele localizada no Jardim Casacata, em Aparecida de Goiãnia. Enio é suspeito de ter sido o autor do disparo que acertou a irmã da vítima. Em depoimento à Polícia Civil, ele negou o crime. O outro suspeito continua foragido.

O caso é apurado pelo Grupo de Investigação de Homicídio de Aparecida de Goiânia (GIH).