Esportes

Gari goiano pode representar o Brasil no Mundial de Taekwondo

Servidor da Comurg é número um no ranking nacional, conta com 12 títulos, mais de 50 medalhas na carreira e está no grupo seleto de atletas da confederação 


Thais Lobo

Do Mais Goiás | Em: 08/01/2019 às 11:45:01


Foto: Luciano Magalhães Diniz/Divulgação
Foto: Luciano Magalhães Diniz/Divulgação

Um gari da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) poderá representar o Brasil no Campeonato Mundial de Taekwondo da categoria até 74 quilos. Trata-se do coletor Bruno de Castro da Silva, de 28 anos, que foi classificado para a seletiva Grand Slam, uma comissão que deve escolher dentre 11 atletas de todo país aquele que vai viajar para o torneio.

A seletiva fechada é realizada pela Confederal Brasileira de Taekwondo e acontecerá no Rio de Janeiro entre os dias 8 e 10 de fevereiro, de onde sairá o representante oficial do Brasil, no Mundial que acontecerá em maio de 2019, em Manchester, na Grã-Bretanha.

O taekwondista Bruno se mantém em primeiro lugar do ranking Nacional por dois anos seguidos, em 2017 e 2018. E é considerado desportista de alto rendimento por sua equipe de treinamento.

Trajetória

O gari já foi Campeão Brasileiro em 2017 e  vice-campeão em 2018. No torneio, Open Centroeste foi bicampeão respectivamente em 2017 e 2018. Também faturou seis vezes o campeonato Goiano e já foi vice da copa do Brasil. São 12 títulos e mais de 50 medalhas no total de sua carreira.

Bruno pratica o esporte desde os 12 anos de idade e trabalha na Comurg há dez anos. Como coletor, dividia o tempo entre correr atrás de caminhões com os treinamentos forçados do tatame. Mesmo com tantas conquistas, o gari continuou trabalhando na limpeza urbana e diz estar feliz pelo caminho que trilhou. “O trabalho na Comurg me ajudou na preparação física e me deu mais habilidade para ganhar meu estilo próprio de luta”, conta, afirmando que os treinos também ajudam nas atividades diárias do serviço.

O presidente da Comurg, Aristóteles de Paula, recebeu o atleta e parabenizou pelas conquistas, além de elogiar por continuar cuidando da cidade de Goiânia. “O objetivo principal de um esporte é formar humanos que respeitam seu próximo, além de proporcionar boa saúde física e mental, tornar cidadãos conscientes dos deveres com a cidade e com seu país”, diz.