Ganhadora de sorteio em Aparecida terá indenização por não receber moto

Juiz ainda condenou os réus a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 6 mil à mulher

Ganhadora de sorteio em Aparecida ganha indenização por não receber moto (Foto: Reprodução)
Ganhadora de sorteio em Aparecida ganha indenização por não receber moto (Foto: Reprodução)

A ganhadora de um sorteio em Aparecida de Goiânia ganhou na Justiça o direito de receber indenização de R$ 9.836 por não ter recebido o prêmio prometido pelos organizadores. O juiz ainda os condenou a pagar indenização de R$ 6 mil à mulher por danos morais.

O juiz Eduardo Walmory Sanches, do 2° Juizado Especial Cível de Aparecida de Goiânia entendeu que ficaram comprovados os danos material e moral.

“A conduta dos réus ofendeu claramente o direito de personalidade da consumidora autora da ação. Ora, ocorreu má prestação de serviço ao oferecer a promoção e depois não cumprir o acordado, frustrando a expectativa da participante”, definiu o magistrado.

A autora da ação procurou a Justiça após ter sido sorteada na campanha “Liquida + Aparecida” por ter recebido seu prêmio como prometido pelos organizadores.

A mulher argumentou, na ação, que comprou R$ 50 em uma das lojas participantes da campanha. Com isso, teve o direito a participar do sorteio realizado no dia 18 de janeiro de 2020. No dia do sorteio, no estacionamento da Cidade Administrativa, ela foi premiada. Porém, não recebeu o prêmio.

Sorteio em Aparecida de Goiânia

O sorteio prometia ao consumidor que comprasse a partir de R$ 50 em uma das lojas participantes, recebereria um cupom para concorrer 39 prêmios, entre eles, quatro motocicletas e um carro zero quilômetro. Ao todo mais de 400 estabelecimentos foram credenciados.

O objetivo da campanha era de ser “uma grande liquidação coletiva na cidade, capaz de mobilizar comerciantes, prestadores de serviços e consumidores em geral, aumentando as vendas no comércio local e ainda trazer um novo público consumidor”.