Operação Lava Jato

Gabrielli é intimado a testemunhar para Cerveró e Baiano

O despacho de Sérgio Moro não explica as razões por que os acusados pediram o depoimento de Gabrielli.





//

O juiz federal Sergio Moro, que conduz os casos da Operação Lava Jato no Paraná, intimou nesta quinta-feira (19/02), o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli a depor no dia 23 de março à Justiça Federal.

Ele foi arrolado como testemunha pelas defesas do lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, e do ex-diretor da estatal Nestor Cerveró.

Moro determina que o depoimento seja colhido, preferencialmente, por videoconferência.

Ele não precisará comparecer pessoalmente, portanto, na 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

O depoimento será realizado no dia 23 de março, às 15h30, conforme indicação de Moro.

Cerveró e Fernando Baiano foram presos no âmbito da Lava Jato e são apontados como elos do PMDB na arrecadação de propina da Petrobras.