Incêndio

Gabinete de juiz de Iporá é alvo de atentado

Sala foi invadida e incendiada na madrugada deste domingo. Diversos equipamentos e processos foram queimados




A 2ª Vara Cível e Criminal da comarca de Iporá, a 216 quilômetros de Goiânia, foi alvo de um incêndio criminoso na madrugada deste domingo (29). Segundo a Polícia Tecnico-Científica, a sala do gabinete do juiz Wander Soares Fonseca foi invadida e incendiada por volta das 3 horas da madrugada.

O fogo atingiu todo o cômodo e se alastrou para a sala de audiências. Diversos equipamentos da comarca, como computadores, móveis e livros foram danificados. Inúmeros processos também foram queimados.

A Polícia Tecnico-Científica esteve no local realizando a perícia e levantamento do material encontrado. Foram coletados vestígios do incêndio para apurar a substância química utilizada e também foi levada parte da grade da janela que foi arrombada para fazer a identificação das digitais. As investigações sobre o caso será feita pela Polícia Civil de Iporá.

(Foto:A Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO) divulgou uma nota de repúdio contra o atentado. A entidade disse que ato é uma afronta ao Estado Democrático de Direito e causa danos ao Poder Judiciário e a toda sociedade, e que o ataque representa “intimidação ao juiz Wander Soares, no exercício de suas funções constitucionais, acabando por atingir toda a magistratura goiana.”

A associação ainda afirmou que tem conhecimento das providências de segurança institucional que estão em curso. “A Comissão para Assuntos Relativos à Segurança dos Magistrados da ASMEGO concluiu proposta de plano de segurança para o Poder Judiciário estadual, que será encaminhada ao TJGO”, ressaltou, em nota.

Tópicos