Sem pessoal

Furto da letra “G” do letreiro de Goianira será investigado por agente designado pela SSP

Delegacia da cidade dispõe de dois agentes para investigar 2 mil casos


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 10/09/2019 às 12:32:29

Nome aparece como
Nome aparece como "oianira" na entrada da cidade (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O segundo furto da letra “G” do letreiro na entrada de Goianira será investigado por um agente de Polícia Civil de outra região designado pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO). A escolha por uma investigação de fora da cidade se deu pela sobrecarga de serviço que acomete à delegacia regional. A investigação do segundo furto, na segunda-feira (09/09) se acumula com a investigação do primeiro, em 17 de julho deste ano, também em andamento. Até o momento, não há nenhum suspeito.

Um servidor da delegacia falou ao Mais Goiás, sob condição de anonimato, que a unidade dispõe de apenas dois agentes e um delegado para investigar os 2 mil casos em andamento. A delegacia de Goianira atende a cidade e mais seis municípios. Ao todo são três policiais para uma cobertura de 100 mil habitantes.

Metade dos 2 mil casos investigados são homicídios e centenas de estupros, segundo o trabalhador. “Temos que investigar tudo isso e prestar apoio ao Judiciário de Goiás”, disse.

Sobre possíveis linhas de investigação, o funcionário afirma que nenhuma hipótese é descartada até o momento. “Desde o primeiro furto, todas as letras do letreiro foram mudadas também. Tem muita coisa para investigar”, disse.

O letreiro fica na entrada de Goianira, às margens da GO-070, na Região Metropolitana de Goiânia. Quem passa pelo local lê “oianira”.

O Mais Goiás aguarda posicionamento da SSP sobre a pouca quantidade de efetivo frente ao número de casos a serem investigados na cidade.

Por Rafael Oliveira/Mais Goiás