Tragédia

Funcionários de usina são encontrados carbonizados em canavial de Itaberaí

Eles atearam fogo à plantação e, devido à fumaça que lhes encobriu a visão, não conseguiram sair do local com vida


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 06/09/2018 às 18:36:30

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na madrugada desta quinta-feira (6), Fernando José Gonçalves, de 42 anos, e Divino Valdeci Soares, 55, foram encontrados carbonizados em um canavial em Itaberaí, cidade a 100 quilômetros de Goiânia. Os dois foram ao local, na zona rural, para atear fogo a uma plantação e não conseguiram escapar do incêndio provocado.

A delegada responsável pelo inquérito, Josy Alves Sousa, explicou que a identificação dos corpos foi possível devido ao cadastro dos dois na empresa a qual trabalhavam, a usina Anicuns S/A, mas só será possível confirmar realmente, após os resultados dos laudos cadavéricos.

“Os funcionários foram atear foto no canavial na noite de quarta-feira (6). Quem encontrou os corpos no outro dia foi outro trabalhador. Estamos analisando se a usina oferece algum treinamento e se os cuidados estão de acordo”.

Segundo um trabalhador da usina, o qual preferiu não se identificar, o fato foi isolado e ficou sabendo do ocorrido por terceiros, não pela própria empresa.
“O vento virou contra eles e a fumaça os cobriu, atrapalhando a visão. Eles tentaram fugir do fogo e da fumaça entrando em uma mata, mas o fogo os alcançou”. O funcionário comenta que na usina “a segurança é bem rígida e muito prestativa”.

O Mais Goiás fez contato com a Usina Anicuns S/A e uma funcionária que não quis se identificar, se limitou a dizer que “ainda não fizeram nenhuma nota sobre o ocorrido, não possuem uma assessoria de comunicação e ninguém vai se manisfestar sobre o caso no momento”.

Segundo caso no mês

Este é segundo caso de incêndio em canavial, com morte, ocorrido nesta semana em Goiás. No domingo (02), um homem morreu e outro se feriu, ao tentarem combater um incêndio no canavial da Usina Vale do Verdão, no município de Santa Helena de Goiás, região Sul do estado.