FURTO

Funcionário de loja de cadeira de rodas furtava peças para revender na internet

O homem era funcionário da empresa que fabricava os artefatos, localizada no polo industrial do município, e teria subtraído inúmeras peças ao longo de dois anos


Ton Paulo
Do Mais Goiás | Em: 01/01/2021 às 17:01:34

Foto: PMGO
Foto: PMGO

Um homem foi preso na noite da última quarta-feira (30), em Aparecida de Goiânia, suspeito de furtar peças de cadeiras de rodas de alto padrão para revendê-las na internet. O homem era funcionário da empresa que fabricava os artefatos, localizada no polo industrial do município, e teria subtraído inúmeras peças ao longo de dois anos.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), por voltas 19h30 de ontem, uma equipe realizava patrulhamento pela avenida Independência, nas proximidades do Aparecida Shopping, quando avistou uma veículo em atitude suspeita. O condutor foi abordado e, durante busca no carro, os policiais encontraram um pacote com peças de cadeiras de rodas.

Ainda segundo a PM, o homem foi questionado sobre a origem dos objetos, que estavam sem nota fiscal, mas não soube informar. Após algum tempo, ele afirmou que era representante de uma empresa que vendia as peças. Os policiais, então, entraram em contato com a empresa especializada em peças e utensílios para cadeiras de roda de alto padrão, que negou trabalhar com representantes, tal qual alegado pelo suspeito.

Diante da negativa da empresa, o homem confessou que trabalhava na empresa há cerca de 12 anos e que, há aproximadamente dois anos, vinha furtando peças para revender na internet.

O esquema de furto e revenda

Em posse das informações, os policiais se dirigiram à casa do suspeito, onde encontraram outras peças e rodas avaliadas em cerca de R$ 18 mil. Aos policiais, o homem contou que havia feito cópia da chave onde ficavam as peças e no período noturno, quando todos os outros funcionários iam embora, praticava o crime de furto.

O homem foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde ficou à disposição da Justiça.

Foto: PMGO