Desenvolvimento

Fórum discute agenda de desenvolvimento para região Brasil Central

A reunião é uma preparação para o encontro dos governadores dos Estados citados, que irá ocorrer nesta sexta-feira (3) no Salão Verde do Palácio das Esmeraldas.




Com o objetivo de traçar um plano estratégico de desenvolvimento da região Brasil Central, os governadores de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso. Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Tocantins se reúnem às 10 horas, nesta sexta-feira (3), no Salão Verde do Palácio das Esmeraldas. O ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Roberto Mangabeira Unger, também participará do evento.

Na tarde desta quinta, às 15 horas também no Salão Verde do Palácio das Esmeraldas, os secretários de planejamento da região Brasil Central estão reunidos para debater temas como os instrumentos de financiamento do desenvolvimento regional. O encontro faz parte do 1° Fórum de Governadores do Brasil Central. “É muito importante termos ferramentas que possam incentivar essa agenda de desenvolvimento. Mas temos que usá-las para patrocinar ações estratégicas”, explicou o secretário de Gestão e Planejamento de Goiás, Thiago Peixoto.

A intenção é que o Fórum de Governadores do Brasil Central ocorra de forma periódica em todos os Estados nos próximos meses. “Precisamos de muita articulação, tanto com a Presidência da República quanto com o Congresso Nacional, para garantir o progresso da nossa região”, afirmou Thiago.

Agenda

O 1° Fórum de Governadores do Brasil Central teve início nesta quinta-feira, sob o tema “Compromisso com o Desenvolvimento”. O objetivo é traçar um plano estratégico regional, criando uma agenda de desenvolvimento, ideia que surgiu há duas semanas, quando o ministro fez um chamamento ao governador Marconi Perillo para que ele liderasse a discussão.

A discussão, por sugestão do ministro, será dividida em três eixos temáticos: instrumentos para gerar o desenvolvimento, modelo de produção e capacitação. “Precisamos de ferramentas incentivem e patrocinem a agenda de desenvolvimento da nossa região para, com um planejamento estratégico, possamos definir as prioridades que trarão resultados para a região Brasil Central”, pontuou o secretário de Gestão e Planejamento, Thiago Peixoto.

Thiago lembrou ainda que a crise econômica que o País vive atualmente não será nem a primeira nem a última e é uma realidade a ser enfrentada pelos governos estaduais. Mas, para ele, é preciso estar um passo à frente. “Enquanto o restante do Brasil discute a crise econômica, Goiás vai liderar a agenda da prosperidade, discutindo e planejando os próximos passos”, afirmou.