Segurança pública

Força Nacional prorroga atuação no Rio Grande do Norte e em Goiás

O objetivo da Operação Cerrado é apoiar os órgãos de segurança locais no cumprimento de mandados e apuração dos casos acumulados em anos anteriores





//

O Ministério da Justiça prorrogou a atuação da Força Nacional de Segurança no Rio Grande do Norte e em Goiás. As portarias, que foram publicadas hoje (5) no Diário Oficial da União, permitem que o reforço permaneça por mais 180 dias no dois estados.

A pedido do governo estadual, os agentes da Força Nacional vão dar apoio na Operação Cerrado em ações de preservação da ordem pública nas cidades limítrofes entre Goiás e Distrito Federal, por meio da atuação do policiamento ostensivo.

O objetivo da Operação Cerrado é apoiar os órgãos de segurança locais no cumprimento de mandados e apuração dos casos acumulados em anos anteriores, principalmente de roubos e homicídios.

No Rio Grande do Norte, também a pedido do governo estadual, os homens da Força Nacional vão ajudar o Corpo de Bombeiros em atividades de prevenção e salvamento na orla marítima do estado.

A Força Nacional de Segurança Pública foi criada em 2004 para atender às necessidades emergenciais dos estados. Ela é formada por policiais e bombeiros dos grupos de elite dos estados, que passam por rigoroso treinamento na Academia Nacional de Polícia, em Brasília, que vai de especialização em crises até direitos humanos.