Cidades

Foragido da Justiça morre em confronto com a Rotam, em Abadia de Goiás

De acordo com a PM, Rodrigo Luiz era integrante de uma associação criminosa que roubava bancos, cargas e fazendas


Kayque Juliano

Do Mais Goiás | Em: 14/11/2018 às 08:45:35


Objetos apreendidos (Foto: Divulgação/ Rotam)
Objetos apreendidos (Foto: Divulgação/ Rotam)

Um homem condenado pela Justiça por crimes contra instituições financeiras e roubo de cargas e fazendas morreu durante um confronto com policiais de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), na tarde desta terça-feira (13), em Abadia de Goiás, região metropolitana de Goiânia.

De acordo com a corporação, as equipes receberam informações de que Rodrigo Luiz da Silva se escondia em Abadia de Goiás. Ele é autor de diversos roubos a banco e de carga, e também está foragido da Justiça após ter fugido do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia em 2015.

As equipes foram até o local informado na denúncia e, durante a abordagem, segundo a PM, o suspeito teria disparado contra os policiais, que revidaram. Na troca de tiros, Rodrigo foi baleado e encaminhado para a unidade de saúde do município, mas teve sua morte confirmada ao dar entrada no hospital.

Com Rodrigo, os policiais apreenderam documentos falsos, uma pistola de uso restrito,  calibre 9 milímetros e um colete balístico. O material foi entregue para a agentes da Polícia Civil.

De acordo com a polícia, Rodrigo já havia sido condenado por ter participado de explosão de caixas eletrônicos em São Miguel do Passa Quatro. Na ação, ele rendeu oito pessoas e as posicionou como escudo humano. Em 2015,  ele fugiu da prisão e, junto com outros familiares, integrantes da organização criminosa, se envolveram em outros crimes de roubo a bancos, cargas e fazendas.