Mistério

Fonte judicial afasta relação entre pedaços de metal e voo MH370

Está começando uma espécie de "caça ao tesouro", o que faz com que chamem a polícia por qualquer coisa





//

Os novos pedaços de matal encontrados por moradores neste domingo na ilha francesa de Reunião não foram lacrados, afirmou uma fonte próxima ao caso, desmentindo uma informação anterior e afastando a possibilidade relação com o voo MH370.

Esta fonte “desmentiu qualquer lacre de objetos ou pedaços suscetíveis de proceder de um avião, como parte do processo judicial em curso” sobre o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines em 8 de março de 2014.

Uma fonte próxima ao caso havia afirmado mais cedo que os “pedaços de metal” encontrados perto do mar na ilha haviam sido “lacrados”, mas destacou que nada indicava que as peças pertenciam a um avião.

Na quarta-feira, um fragmento de asa procedente com quase total certeza de um Boeing 777, similar à aeronave da Malaysia Airlines desaparecida, foi encontrado nesta ilha do Oceano Índico e enviado à França para análise.

Neste domingo, policiais recuperaram uma peça de 10 centímetros por 10 no litoral de Saint Denis, norte da ilha. O pedaço havia sido encontrado por um morador. Os agentes alertaram a brigada de transporte aéreo, responsável pelas investigações.

Também neste domingo em Saint André, local onde foi encontrado o pedaço da asa de avião, um homem entregou à polícia um fragmento de alumínio de 70 centímetros, por suspeitar que era parte de uma porta de avião.

Os investigadores não fizeram comentários sobre a procedência e a natureza do objeto.

Tópicos